A Bahia avançou mais uma etapa da maratona rumo ao cobiçado status de zona livre da febre aftosa sem vacinação, após a carta de compromisso do governo do estado endereçada à ministra da Agricultura Tereza Cristina, reforçando o empenho e detalhando o planejamento para assegurar a conquista da mudança de status sanitário em 2023.

Para o diretor-geral da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), Maurício Bacelar, “o envio da carta é uma prova do compromisso que o governador Rui Costa tem com o agronegócio baiano”. Ele também ressalta que “o status de zona livre sem vacinação vai permitir que o acesso dos rebanhos baianos aos mercados mais exigentes do mundo, gerando emprego e renda para a Bahia”.