Programa aquisição alimentos leite

Entre os dias de 05 a 13 de dezembro, acontece a 11ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária (11ª FEBAFES), a maior feira da agricultura familiar do país, que neste ano, por conta da pandemia do novo coronavírus, será realizada de modo virtual. A Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), participa da programação por meio da Superintendência de Inclusão e Segurança Alimentar (SISA), no dia 09 de dezembro, a partir das 09h.

Na oportunidade, a superintendente da SISA, Rose Pondé, fará uma palestra sobre o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA – Modalidades Leite e Alimentos), com o objetivo de dar maior visibilidade às normativas, resultados e perspectivas do Programa em execução em 2020 e as projeções para o ano de 2021. Será aberto um espaço para respostas aos questionamentos dos participantes da palestra.

A programação conta ainda com as participações do secretário da SJDHDS, Carlos Martins. Também  será realizada uma homenagem aos agricultores familiares com exibição fotográfica.

O evento é organizado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Superintendência de Agricultura Familiar (Suaf) e a União das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes), e faz parte da estratégia do Governo do Estado de promover espaços de comercialização dos produtos da agricultura familiar.

A FEBAFES reúne redes de comercialização, cooperativas ou associações que representam o conjunto de empreendimentos, coletivos ou individuais, pertencentes à agricultura familiar, reforma agrária, Crédito Fundiário, povos e comunidades tradicionais e economia solidária presentes nos 27 Territórios de Identidade da Bahia. Seguindo a tradição das últimas edições, a Feira, na versão virtual, será organizada no formato de 27 Armazéns Virtuais, um para cada Território de Identidade, reunindo o maior número de produtos dos diferentes sistemas produtivos.

Os internautas que acessarem a feira virtual contam também com uma Vila do Artesanato e Praça Virtual de Povos e Comunidades Tradicionais, com produtos para comercialização, além de uma inovação, o Espaço de Trilhas e Rotas Produtivas Virtuais, que apresentará a riqueza e diversidade do rural baiano.

Fonte: Ascom/ SJDHDS