Após uma perda expressiva do número de empregos no primeiro semestre do ano, causada principalmente pelos efeitos da pandemia do coronavírus, a geração de postos de trabalho se recupera na Bahia. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais do Estado (SEI), foram criados 16.437 vagas em outubro de 2020.

O dado tem refletido diretamente no trabalho desenvolvido pelo Serviço de intermediação de mão-de-obra (SineBahia). O superintendente do órgão, Marcelo Gavião, as áreas de serviços, comércio, construção civil e indústria são as que mais dispõem de novas oportunidades para os trabalhadores baianos neste momento.