O CENÁRIO IMPOSTO PELA PANDEMIA DA COVID-19 NÃO IMPEDIU QUE OS SERVIÇOS DE PREVENÇÃO DO VÍRUS DO HIV/ A PARTIR DA PROFILAXIA PRÉ-EXPOSIÇÃO/ ESTRATÉGIA DE SAÚDE QUE TEM SIDO USADA E RECOMENDADA EM DIVERSOS PAÍSES/ ENTRE ELES O BRASIL/ CONTINUASSE A SER OFERTADO EM SALVADOR/ POR MEIO DO CASARÃO DA DIVERSIDADE// RESULTADO DE PARCERIA ENTRE A SECRETARIA DE JUSTIÇA/ DIREITOS HUMANOS E DESENVOLVIMENTO SOCIAL DO ESTADO E A UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA/ COM BASE EM PROTOCOLOS DE DIFERENTES PAÍSES/ O SERVIÇO PREPARA SALVADOR ADOTOU MEDIDAS ADICIONAIS COMO A TELEMEDICINA// ATUALMENTE/ O PROJETO POSSUI VINTE E CINCO PROFISSIONAIS QUE FAZEM O ACOMPANHAMENTO E AVALIAM O IMPACTO DO USO DA PROFILAXIA EM DUZENTOS E SETENTA JOVENS E ADOLESCENTES COM IDADE DE QUINZE A DEZENOVE ANOS/ QUE ESTÃO ENTRE OS SETORES DA POPULAÇÃO MAIS VULNERÁVEIS AO HIV///

COM INFORMAÇÕES DA SECOM BAHIA/ ANDERSON OLIVEIRA///