Com o aumento dos casos de covid-19 na Bahia nas últimas semanas, o governador Rui Costa afirmou, nesta quarta-feira (02), que “não há como sinalizar o retorno às aulas”. Rui disse que a expectativa era de que os números recuassem agora em dezembro, mas as aglomerações causadas por festas e atividades de campanhas políticas fizeram com que os índices de contaminação aumentassem.

O Governo do Estado prorrogou até o dia 17 de dezembro o decreto nº 19.586, que mantém suspensas as aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada em toda a Bahia. O decreto também proíbe a realização de atividades com público superior a 200 pessoas, como shows, eventos religiosos, feiras, apresentações circenses, eventos científicos e passeatas.