De acordo com o secretário estadual da saúde, Fábio Vilas-Boas, já é possível dizer que a Bahia vive uma segunda onda da pandemia da covid-19. Ele afirma que as taxas atuais de crescimento dos casos da doença são iguais às que tínhamos em junho, só que com um detalhe importante: existe agora um surto geral, com os índices aumentando em todas as regiões do estado de uma vez só.

O secretário também informa que as taxas de internação estão muito superiores às que foram registradas no começo do ano e que há dificuldade de fazer a transferência dos pacientes de uma região para outra, porque todas estão cheias.