Será aberta nesta segunda-feira (23), às 10h30, a terceira edição da Semana da Igualdade Racial Mestre Moa do Katandê, integrando a programação do Novembro Negro da Bahia. As atividades acontecem em formato virtual e vão reunir ativistas do movimento negro, gestores públicos e lideranças dos segmentos tradicionais, com o objetivo de debater desafios, avaliar e fortalecer políticas afirmativas.

O evento, organizado pela Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), tem como um dos destaques a palestra do economista e professor-doutor Marcelo Paixão, transmitida ao vivo pelo canal da Sepromi no Youtube.

A titular da Sepromi, Fabya Reis, fará a abertura oficial dos trabalhos, que seguem na terça-feira (24), às 14hs, com reuniões dos colegiados que compõem o Sistema Estadual de Promoção da Igualdade Racial (SISEPIR), a exemplo do Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra (CDCN), Fórum de Gestores Municipais da Igualdade Racial,Comissão para a Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais (CESPCT) e Rede de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa.

A Semana da Igualdade Racial Mestre Moa do Katandê homenageia uma das mais importantes personalidades da cultura afro-brasileira e da capoeira, morto em 2018, na capital baiana.

Novembro Negro

As atividades integram o Novembro Negro da Bahia, calendário pioneiro de mobilizações que homenageia o líder quilombola Zumbi dos Palmares, dentre outros heróis e heroínas da luta do povo negro. A maioria dos eventos, tradicionalmente realizados ao longo do mês, aderiram ao formato virtual por conta da pandemia de Covid-19.

Fonte: Ascom/Sepromi