A vacina contra o novo coronavírus deve chegar ao Brasil a partir dos meses de março ou abril. É o que acredita o secretário estadual da saúde, Fábio Vilas-Boas. Ele explica que esse é o período habitual da produção de vacinas que vai atender ao hemisfério sul e que mesmo que o imunizante esteja disponível e registrado esse ano a produção não será suficiente para vacinar a população dessa região do planeta.

O secretário afirma que a Bahia possui um acordo com a Rússia para ter acesso prioritário à vacina produzida por aquele país assim que ela estiver registrada na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e que o estado fará a compra de qualquer vacina eficaz que seja disponibilizada.