MAIS DE DEZOITO MIL EMPRESAS BAIANAS ENVOLVIDAS EM FRAUDES PRATICADAS CONTRA O FISCO ESTADUAL FORAM TORNADAS INAPTAS/ OU SEJA/ TIVERAM OS CADASTROS SUSPENSOS NOS ÚLTIMOS CINCO ANOS EM FUNÇÃO DO TRABALHO DESENVOLVIDO PELO CENTRO DE MONITORAMENTO ON-LINE/ DA SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO// CRIADO DE FORMA PIONEIRA EM 2015 PARA COMBATER AS NOVAS PRÁTICAS DE SONEGAÇÃO NO AMBIENTE DIGITAL/ O CMO TEM COMO ALVOS IRREGULARIDADES COMO EMPRESAS FANTASMAS/ USO DE LARANJAS E MICROEMPREENDEDORES INDIVIDUAIS QUE ULTRAPASSARAM O LIMITE LEGAL DE FATURAMENTO// AS INFORMAÇÕES GERADAS PELO CMO SUBSIDIARAM O TRABALHO DAS INSPETORIAS FISCAIS/ QUE EMITIRAM AUTOS DE INFRAÇÃO TOTALIZANDO SETECENTOS MILHÕES DE REAIS/ DOS QUAIS SESSENTA MILHÕES JÁ FORAM PAGOS///

COM INFORMAÇÕES DA SECOM BAHIA/ ANDERSON OLIVEIRA///