O Governo do Estado continua realizando o processo de testagem para o novo Coronavírus nas 21 escolas estaduais localizadas no bairro de Cajazeiras e região. Nesta segunda-feira (5), o procedimento ocorreu no Colégio Estadual Luis José de Oliveira, escola-polo do bairro Fazenda Grande II, que, além da própria unidade, contemplou as comunidades do Colégio Estadual Oliveira Brito e da Escola Estadual Lea Leal. Já o Colégio Estadual Conselheiro Vicente Pacheco de Oliveira, escola-polo do bairro Dom Avelar, atendeu a sua própria unidade escolar.

A iniciativa é desenvolvida pelas secretarias estaduais da Educação (SEC) e da Saúde (Sesab), com a aplicação de testes do tipo RT-PCR, que serão analisados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). A testagem acontece até o dia 9 de outubro, com o objetivo de beneficiar o total de 21 mil pessoas.

O estudante Tauan Santos Lima, 14, 7º ano, da Escola Estadual Léa Leal, fez seu teste logo cedo no Colégio Estadual Luis José de Oliveira. “Achei muito bom o atendimento, pois os técnicos de Saúde são muito cuidadosos com todos que estão sendo testados. Agradeço a toda a equipe de Saúde e do colégio por esta ação”, afirmou.

A professora Jarbiane Dias, que leciona Biologia no Colégio Estadual Luiz José de Oliveira, falou sobre a importância da testagem, após realizar o procedimento. “A testagem de professores, funcionários e estudantes é imprescindível para a avaliação da viabilidade da reabertura das unidades escolares e retomada do ano letivo”, disse.

Para a estudante Luana Camila de Souza, 18, 3º ano, Colégio Estadual Conselheiro Vicente Pacheco de Oliveira, a testagem é fundamental neste momento. “Fazendo este teste, nós vamos verificar como está a nossa saúde. Por sermos jovens, talvez estejamos contaminados sem saber, pois podemos estar assintomáticos. Por isso, toda a comunidade escolar deve ser testada para cuidar de si e proteger a família”, comentou.

A diretora Cláudia Ferreira Nunes, do Colégio Estadual Conselheiro Vicente Pacheco de Oliveira, também fez o seu teste. “Estas testagens são de fundamental importância para o controle da disseminação da COVID-19. E para nós, que gerimos uma instituição de ensino, é muito necessário sabermos qual o índice de contaminação da comunidade escolar”, salientou.

Cronograma de Cajazeiras e bairros adjacentes:

  • Em Águas Claras, os colégios estaduais Renan Baleeiro e Santa Rita de Cássia, escolas-polo do bairro, recebem, respectivamente, as suas comunidades escolares no dia 6 de outubro;
  • No dia 7 de outubro, também recebem as suas comunidades escolares, o Colégio Estadual Raymundo de Almeida Gouveia e a Escola Professor Roberto Santos, escolas-polo do bairro Castelo Branco;
  • Em Valéria, o Colégio Estadual Professora Noemia Rego, escola-polo do bairro, atende sua própria unidade escolar, no dia 8 de outubro;
  • No mesmo dia 8, o Colégio Estadual Eduardo Bahiana, escola-polo do bairro de Fazenda Grande II, atende sua própria unidade escolar. E no dia 9 de outubro, recebe a comunidade escolar do Colégio da Polícia Militar (CPM) – Dona Leonor Calmon.
  • Ainda no dia 9, o Colégio Estadual Dinah Gonçalves, também escola-polo de Valéria, atende sua própria comunidade escolar, assim como a do Colégio Estadual Nossa Senhora de Fátima.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado