Hospital Santa Clara
Foto: Sesab

Até o final da próxima semana, o Hospital Santa Clara, que é dedicado ao atendimento de pacientes com diagnóstico de coronavírus (Covid-19), será desmobilizado. O edifício, localizado na capital baiana, objeto de requisição administrativa por parte do Governo do Estado, será devolvido ao proprietário. Aberto no início de maio, a unidade gerida pela Fundação Fabamed chegou a ter 59 leitos, sendo nove de terapia intensiva (UTI).

Atualmente, o hospital conta dez leitos clínicos e nove de UTI, permanecendo internados dez pacientes na enfermaria e seis na ala intensiva. “A desmobilização será gradativa, com a alta ou transferência dos pacientes”, afirma o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas.

De acordo com o superintendente da Fundação Fabamed, José Saturnino Rodrigues, “foram atendidos 863 pacientes na unidade, com uma baixíssima taxa de letalidade”.

Após o procedimento de inventário dos equipamentos utilizados, o espaço passará por uma desinfecção terminal como medida de sanitização do ambiente. Itens como respiradores, tomógrafo computadorizado, aparelho de Raio-X, dentre outros, que estavam sendo utilizados na unidade serão redistribuídos para a rede estadual.

Fonte: Ascom/Sesab