Os professores e gestores dos Complexos Integrados de Educação (CIEs), unidades ligadas à Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC), tiveram a oportunidade de apresentar as suas matrizes de avaliação, nesta quinta-feira (29), durante o segundo e último módulo da oficina, com o tema “Planejamento por objetivo: matrizes de avaliação por competência”.

A atividade on-line integra o projeto “Temas em debate com os CIEs”, por meio do qual é promovida, às sextas-feiras, uma série de bate-papos e oficinas sobre temas variados, com a participação de convidados. A oficina foi mediada pelo coordenador de Articulação entre Educação Superior e Educação Básica para os CIEs, Robson Costa.

Educador popular, sociólogo e mestre em Ciências Sociais, Fernando Franzoi da Silva foi o responsável por conduzir as apresentações e discussões. “De forma envolvente e reflexiva, os participantes apresentaram as construções das matrizes de avaliação por competências por áreas de conhecimento. Eles, também, conheceram o diagrama de afinidade, que é uma ferramenta usada para planejar em situações confusas. Foi um momento de trocas, de contribuições significativas e, sobretudo, de felicidade para a construção coletiva de uma educação pública, de qualidade, universal e inclusiva, como nos ensinou Anísio Teixeira”.

Denise Almeida, que atua como vice-diretora pedagógica do Centro Estadual de Educação Profissional (CETEP) do Litoral Sul II, unidade localizada em Itabuna e que fará parte de um novo campus do Complexo Integrado de Educação de Itabuna, avaliou a oficina como enriquecedora. “Foi uma forma muito eficiente de intervenção na Educação. As escolas apresentaram propostas muito interessantes utilizando esse modelo. Entre o projetado e o realizado, temos um planejamento eficiente, transformador e, acima de tudo, político”.

Sobre os CIEs – Os Complexos Integrados de Educação funcionam em Porto Seguro, Itamaraju e Itabuna, em parceria com a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), e em Ipiaú, Eunápolis e Caetité, em parceria com a Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Os CIEs têm buscado planejar, executar e avaliar um conjunto de ações inovadoras em conteúdo, método e gestão, direcionadas à melhoria da oferta e da qualidade do Ensino Médio, na proposta de ensino integral.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado