A testagem para o novo coronavírus nas 21 escolas estaduais localizadas no bairro de Cajazeiras e região segue até o dia 9 de outubro. Nesta terça-feira (6), o procedimento foi realizado nos colégios estaduais Renan Baleeiro e Santa Rita de Cássia, localizados no bairro de Águas Claras, atendendo as suas próprias comunidades escolares. A ação do Governo do Estado também contemplará, ao longo da semana, os bairros de Castelo Branco, Valéria e Fazenda Grande II. A previsão, até o final da ação, é que sejam testadas, aproximadamente, 21 mil pessoas.

A iniciativa é desenvolvida pelas secretarias estaduais da Educação (SEC) e da Saúde (Sesab), com a aplicação de testes do tipo RT-PCR, que serão analisados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). Além disso, as equipes de Saúde também estão contando com a colaboração de estudantes da área de Saúde da Universidade do Estado da Bahia (Uneb).

O coordenador de Articulação de Projetos para a Educação, Helder Amorim, falou sobre a importância da testagem. “Esta iniciativa, enquanto política pública, é muito importante, pois a pessoa pode saber como está a sua saúde, ter clareza de que não está com o vírus e, se tiver, será acompanhada pela Secretaria Municipal de Saúde. Nós fazemos o possível para não ter problema de aglomeração, por isso atendemos por escola, série e turno, pois desta forma conseguimos contemplar todo mundo e em um clima tranquilo”, destacou.

A estudante Yane Lis Araújo, 15, 1º ano, do Colégio Estadual Renan Baleeiro, foi cedo na sua escola fazer o teste. “Esta testagem é importante para a gente e para a segurança da nossa família, porque podemos saber se estamos com a doença ou não”, disse.

Para a estudante Nátali Santos, 17, 1º ano, também do Colégio Estadual Renan Baleeiro, a testagem veio no momento certo. “Caso tenha a probabilidade de voltar às aulas de forma presencial, os estudantes já estarão testados. Por isso, é importante que todos os colegas da região façam o teste”, afirmou.

A estudante Isabel de Souza, 16, 9º, do Colégio Estadual Santa Rita de Cássia, também falou sobre a iniciativa. “Acho muito importante esta testagem acontecer de forma gratuita na escola, porque na cidade já tem muitos casos e muitas pessoas estão morrendo e esta testagem vai ajudar a detectar os casos de Coronavírus na nossa região”, comentou.

A vendedora Leia de Jesus Pereira, 33, fez questão de acompanhar o teste da sua filha Camila Pereira Andrade, no Colégio Estadual Santa Rita de Cássia. “É indispensável que os estudantes façam este teste para proteger as pessoas da família. Estou incentivado muito os demais estudantes do bairro para também fazerem os seus testes”, revelou.

Cronograma de Cajazeiras e bairros adjacentes:

  • No dia 7 de outubro, também recebem as suas comunidades escolares, o Colégio Estadual Raymundo de Almeida Gouveia e a Escola Professor Roberto Santos, escolas-polo do bairro Castelo Branco;- Em Valéria, o Colégio Estadual Professora Noemia Rego, escola-polo do bairro, atende sua própria unidade escolar, no dia 8 de outubro;
  • No mesmo dia 8, o Colégio Estadual Eduardo Bahiana, escola-polo do bairro de Fazenda Grande II, atende sua própria unidade escolar. E no dia 9 de outubro, recebe a comunidade escolar do Colégio da Polícia Militar (CPM) – Dona Leonor Calmon.
  • Ainda no dia 9, o Colégio Estadual Dinah Gonçalves, também escola-polo de Valéria, atende sua própria comunidade escolar, assim como a do Colégio Estadual Nossa Senhora de Fátima.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado