O Diálogos de Ater iniciou, nesta quinta-feira (15), uma nova série denominada Sistemas Produtivos da Agricultura Familiar, com o tema Mandiocultura e a experiência do Plano de Ação Territorial da Mandiocultura (PAT) do Extremo Sul.

O evento, transmitido ao vivo pelo Canal SDRBahia, no Youtube, é uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater) e da Coordenação de Pesquisa, Inovação e Extensão Tecnológica (Cepex).

O secretário da SDR, Josias Gomes, fez a abertura do evento e destacou a mandioca como alimento fundamental para a agricultura da Bahia: “A mandioca tem importância do ponto de vista da subsistência, mas também da perspectiva da economia baiana. O Diálogos de ATER vem neste momento, em que precisamos dessa nova forma de conversar e difundir práticas”.

A agente de desenvolvimento do Banco do Nordeste e coordenadora política e territorial da mandiocultura do extremo sul (PAT mandioca Extremo Sul), Araildes Martins Ribeiro, apresentou o plano de ação territorial da mandiocultura, resultado de uma proposta inovadora do Banco do Nordeste, por meio do Programa de Desenvolvimento Territorial (Prodeter), lembrando como se deu a construção do Pat da Mandiocultura e as parceria existentes: “O plano foi lançado 15 de dezembro de 2016 e estamos no quarto ano, com quase 100 ações elaboradas e 70% já concluídas, tendo parceiros importantes, como a SDR, por meio da CAR e Bahiater. Um importante projeto, que tem o objetivo de fortalecer a mandiocultura da Bahia”.

O evento contou também com a palestra da coordenadora da Bahiater/SDR no Território de Extremo Sul, Fabiana Longo, que fez um panorama do plano de ação territorial da mandiocultura na região: “Estamos com maniveiros implantados, distribuímos as manivas para as comunidades, já temos áreas de unidades demonstrativas já implantadas com variedades locais, fizemos vários ciclos de formação para técnicos e agricultores e agora estamos discutindo a questão da comercialização da agregação de valor”.

A partir das falas das palestrantes, o público pôde interagir e tirar dúvidas por meio do chat do Youtube.

Encontros semanais

O Diálogos de Ater é uma série de encontros, que acontecem às quintas-feiras, a partir das 16h, voltados para agentes de assistência técnica e extensão rural (Ater), agricultores e agricultoras familiares, organizações e movimentos sociais, terceiro setor, setores públicos municipais e estaduais, estudantes e todos aqueles que desejam conhecer um pouco mais sobre a realidade rural e a agricultura familiar da Bahia.

Fonte: Ascom/Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR)