As aulas presenciais continuam suspensas nas escolas baianas por conta da pandemia do coronavírus. Após a aprovação de uma resolução do Conselho Nacional da Educação (CNE) que permite que o ensino remoto continue até o final do ano, o subsecretário da educação do Estado, Danilo Souza, reitera que “o que irá determinar o retorno às aulas é a segurança com a saúde das pessoas”.

O gestor lembra que alguns países da Europa e regiões da China que retomaram as atividades estão vivendo uma nova onda de contaminação pela covid-19 e explica que o Governo da Bahia faz, a cada 15 dias, uma análise para saber se já existe uma ambiente seguro para o retorno às aulas. O subsecretário ainda afirma que a maioria das redes municipais e escolas da rede estadual já estão preparadas para receber alunos, professores e funcionários, mas frisa que essa volta depende da condição sanitária.