A BAHIA POSSUÍA DOIS MIL/ CENTO E TRINTA E QUATRO LEITOS DE TERAPIA INTENSIVA DISPONÍVEIS AO SUS/ SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE/ EM SETEMBRO DESTE ANO/ O QUE REPRESENTA MAIS DE QUARENTA E UM POR CENTO NO COMPARATIVO COM O MESMO PERÍODO DO ANO ANTERIOR// OS DADOS FORAM APRESENTADOS PELO SECRETÁRIO DA SAÚDE DO ESTADO/ FÁBIO VILAS-BOAS/ DURANTE O FÓRUM DE INOVAÇÃO E GESTÃO EM SAÚDE/ NESTA TERÇA-FEIRA/ EM FORMATO DIGITAL/ COMO EXEMPLO DO ESFORÇO DO GOVERNO BAIANO PARA GARANTIR A ASSISTÊNCIA AOS PACIENTES COM DIAGNÓSTICO DE CORONAVÍRUS E QUE/ ATUALMENTE/ SE TORNOU UM LEGADO DA PANDEMIA// O ESTADO TAMBÉM AMPLIOU PARA CERCA DE CINCO MIL ANÁLISES DIÁRIAS DE EXAMES DO TIPO RT-PCR/ QUE É O PADRÃO OURO NA DETECÇÃO DA COVID-19// ALÉM DISSO/ A BAHIA PASSOU DE DOIS MIL/ QUATROCENTOS E NOVENTA E SETE RESPIRADORES NO SUS PARA TRÊS MIL/ QUATROCENTOS E QUARENTA E NOVE/ UM ACRÉSCIMO DE QUARENTA E TRÊS POR CENTO// JÁ O TOTAL DE LEITOS CLÍNICOS SUBIU DE SEIS MIL/ OITOCENTOS E OITENTA PARA OITO MIL/ CENTO E NOVENTA E QUATRO EM APENAS 12 MESES///

COM INFORMAÇÕES DA SECOM BAHIA/ ANDERSON OLIVEIRA///