As obras da Marina de Salinas da Margarida e Base Náutica de Cacha Prego receberam a visita do secretário do Turismo do Estado, Fausto Franco, na última terça-feira (1º). Ele foi conferir o andamento das intervenções que estão sendo realizadas na Baía de Todos-os-Santos através do Prodetur Nacional Bahia, com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). 

Mesmo em meio à pandemia do coronavírus, as obras não pararam e se adequaram para seguir os protocolos de saúde. A previsão de entrega é para o primeiro semestre de 2021. A primeira visita técnica foi à marina de Salinas da Margarida, que, com uma área de 20 mil metros quadrados, vai abrigar bares, lanchonetes, espaço para artesanato, além de 59 vagas secas, 60 vagas molhadas e um posto de combustíveis. 

Com investimento superior a R$ 18 milhões, essa infraestrutura promovida pela Secretaria do Turismo do Estado (Setur) é uma aposta do prefeito de Salinas, Wilson Pedreira, para fomentar o turismo náutico do município que, no verão, tem sua população praticamente duplicada. Segundo ele, no período, a cidade recebe cerca de 14 mil turistas, chegando a 30 mil pessoas. O prefeito ressaltou que, com a marina, os veranistas também vão ter lugar para guardar seus barcos. “A partir daqui eles poderão fazer os seus passeios”, acrescentou.   

Em seguida, a equipe da Setur, juntamente com representantes da empresa PEJota, responsável pelas obras, seguiu para Cacha Prego, onde está sendo construída a base náutica que contará com 18 vagas molhadas, posto de combustíveis, além de área para comercialização de alimentos, bebidas e artesanato. O valor do investimento é de R$12 milhões. 

O secretário Fausto Franco destacou que, com o bom andamento do programa, a BTS, que é a segunda maior baía do mundo e a maior do Brasil, está sendo preparada para se transformar em um dos roteiros de turismo náutico e cultural mais atraentes do país. “À medida que a baía vai sendo dotada de infraestrutura, mais cresce o interesse das pessoas em adquirir algum tipo de embarcação”, pontuou.  

Ele acrescenta que a BTS se tornará atrativa também para turistas de outros estados, que terão onde atracar suas embarcações com segurança e fácil acesso. 

Fonte: Ascom/Setur