Retomados com protocolos de segurança sanitária, os exames práticos de direção do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) ainda não registram a procura esperada pelo órgão, em Salvador, para quem pretende obter a primeira carteira de habilitação ou adicionar categoria. Nas últimas duas semanas, dos 798 candidatos inscritos para os testes em quatro categorias, 405 foram aprovados (50,7%), 244 reprovados (30,5%) e 148 não compareceram (18,5%). Antes da pandemia da Covid-19, eram realizadas no mesmo período, mais de mil avaliações.

Para a habilitação categoria A (moto), se apresentaram  232 candidatos, com 146 considerados aptos. Na categoria B (carro), 376 foram avaliados, com 221 aprovados. Já na D (van e micro-ônibus), dos 35 alunos que enfrentaram os exames, 32 conseguiram aprovação. Para carteira E (carreta), dos sete avaliados, seis foram aprovados. Não houve inscritos para habilitação C (caminhão não articulado).

Quem não foi aprovado na primeira tentativa pode usar o mesmo laudo para agendar na autoescola uma nova avaliação no Detran-BA, em 15 dias. “Tem sido um movimento atípico, com muitas ausências. Pela demanda reprimida, esperávamos mais. Nossa capacidade de atendimento está maior do que a procura. Abrimos 30 vagas em cada turno, por categoria, que não estão sendo preenchidas, resultando em mais agilidade na conclusão das provas”, declarou o coordenador de exames do Detran-BA, Heraldo Lima Neto.


Fonte: Ascom/ DetranBA