Testes no Subúrbio
Foto: Josenildo Almeida

Estudantes, professores e funcionários do bairro de Plataforma, em Salvador, tiveram, nesta quarta-feira (9), mais um dia de testagens para o novo coronavírus. Desta vez, foram as comunidades escolares dos colégios estaduais de Plataforma e Aristides de Souza as contempladas com o atendimento na própria sede do Aristides de Souza, escola-polo do bairro. Os testes são do tipo RT-PCR e estão sendo aplicados a partir de um calendário programado pela Secretaria da Educação do Estado nas escolas do Subúrbio Ferroviário de Salvador, que começou no último dia 31.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, que acompanhou durante toda a manhã a aplicação dos testes, destacou a recepção da comunidade escolar à ação, realizada em parceria com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). “Mesmo sendo uma inciativa que nos ajuda em um planejamento de retorno às aulas, considero que a testagem tem mais um contexto de cuidado com a população, dando a oportunidade de que façam o teste muitos jovens e profissionais que não teriam condição de realizá-lo. E vemos que foi uma decisão acertada pelo fluxo de participações, nos dando a condição de readequar o cronograma, antecipando o atendimento a todas escolas até o dia 24 de setembro”, destacou.

A previsão da Secretaria da Educação do Estado é atender, até o dia 24 deste mês, mais de 30 mil pessoas, sendo 28.535 estudantes, 1.175 professores e 550 funcionários em todas as 28 escolas estaduais localizadas no Subúrbio Ferroviário de Salvador.

A testagem ocorre de forma centralizada nas escolas denominadas de polos, nos bairros do Lobato, São João do Cabrito, Plataforma, Itacaranha, Alto da Terezinha, São Tomé de Paripe, Paripe, Coutos, Fazenda Coutos, Alto de Coutos, Periperi, Mirantes de Periperi e Vista Alegre de Coutos. O objetivo é facilitar a ida dos estudantes, professores e funcionários e evitar aglomeração.

Planejamento

Confiante em poder contribuir com a volta às aulas, a estudante Bianca Santana, do Colégio Estadual Aristides de Souza, compareceu para a testagem. “Acho interessante estarmos presentes na aplicação dos testes para se saber quem está com a Covid-19 e ajudar no cuidado e planejamento para o retorno às aulas, o que é muito importante para os estudantes”, disse.

Para Belanisia Conceição, também do Colégio Estadual Aristides de Souza, a iniciativa mostra a valorização dos estudantes pela escola. “É muito bacana termos uma ação desta no colégio, porque vemos a preocupação com a gente. Além do teste, nos orientam sobre cuidados que temos que tomar, como o distanciamento social”, afirmou.

A professora de Língua Inglesa e Artes, Josinete Góes, contou que é “favorável a ações que preparem a comunidade escolar para um retorno, mesmo que não tenha uma data ainda”. E completou: “Em algum momento teremos que estar em sala de aula dentro deste novo normal e é bom estarmos preparados”.

Para o atendimento, todas as unidades escolares foram preparadas com a higienização do local e disponibilização de álcool em gel e pias com sabão para a lavagem das mãos, além da exigência do uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI). Os professores e demais pessoas a serem testados deverão utilizar máscaras de proteção para o acesso aos locais. Ao entrar, todos são direcionados para a higienização correta das mãos.

Calendário de testagem:

  • O Colégio Estadual Clériston Andrade será polo para os bairros de Itacaranha e Plataforma e testará no dia 10 a própria comunidade escolar e no dia 11 de setembro, as comunidades escolares dos colégios estaduais Josias de Almeida Melo e Luiz Rogério de Souza.

Novas datas – segunda etapa:

  • O Colégio Estadual Marcílio Dias será escola-polo do bairro de São Tomé de Paripe, que atenderá a sua própria comunidade escolar, no dia 11 de setembro, e na mesma data, a comunidade escolar do Colégio Estadual João Caribé.
  • Nos dias 14 e 15 de setembro, o Colégio Estadual Almirante Barroso, polo no bairro de Paripe, atenderá sua própria comunidade escolar e, também, no dia 15, receberá a comunidade do Colégio Estadual Edson Tenório.
  • Também escola-polo em Paripe, o Colégio Estadual Barros Barreto atenderá, no dia 16 de setembro, as comunidades escolares do Colégio Estadual Sete de Setembro e do Colégio Estadual Maria Odete Pithon Raynal. E no dia 17, receberá a sua própria comunidade escolar.
  • Nos bairros de Coutos e Fazenda Coutos, a escola-polo Colégio Estadual Anfrisia Santiago receberá, no dia 17, a sua própria comunidade escolar. E no dia 18 de setembro, a comunidade escolar do Colégio Estadual Carlos Barros.
  • O Colégio Estadual Ana Cristina Mata Pires, escola-polo do bairro Alto de Coutos, receberá sua própria unidade escolar no dia 18 de setembro.
  • Em Periperi, as escolas receberão suas próprias comunidades escolares. No Colégio Estadual Praia Grande, a testagem será no dia 21 de setembro; no dia 22, no Colégio Estadual Nelson Mandela; já no dia 23 acontece a testagem no Colégio Estadual Nossa Senhora de Fátima. Já no Colégio Estadual Lindembergue Cardoso, os testes serão no dia 24 de setembro.
  • O Colégio Estadual Maria Anita, escola-polo do bairro Mirantes de Periperi, receberá sua própria comunidade escolar no dia 23 de setembro.
  • No Alto da Terezinha, haverá testagem apenas no Colégio Estadual Sara Violeta, que atenderá a sua própria comunidade escolar, no dia 24 de setembro.
  • E em Vista Alegre de Coutos, a escola-polo Colégio Estadual Monteiro Lobato, receberá, também, no dia 24 de setembro, sua própria comunidade escolar.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado