SAC Digital
Foto: Débora Fernandes/Saeb

A Bahia está entre os Estados brasileiros com melhor classificação no Índice de Oferta de Serviços Digitais, divulgado pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP-TIC). No índice – elaborado a partir de uma pesquisa que avaliou o desempenho de governos estaduais e distrital – a Bahia foi considerada, ao lado do Rio Grande do Sul, como o Estado com maior capacidade para oferta digital de serviços públicos à população.

Além disso, o Estado ficou em quarto lugar no ranking que avaliou a oferta de serviços digitais em termos de acesso a direitos e obtenção de documentos.

“O bom desempenho é resultado do esforço que o governo baiano vem empreendendo em seu projeto de transformação digital, tanto no que diz respeito às tecnologias embarcadas quanto ao grau de capacitação de nossas equipes e à nossa capacidade de gestão”, avalia o secretário da Administração do Estado Edelvino Góes.

Já o superintendente de Gestão e Inovação da Secretaria da Administração (Saeb), Anderson Vasconcelos, ressalta a importância da implantação do SAC Digital e do SEI Bahia para o destaque obtido pela Bahia no ranking.

Plataforma eletrônica de serviços do Estado, o SAC Digital vem possibilitando aos cidadãos o acesso a uma série de serviços virtuais, como emissão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e Carteira de Trabalho (CTPS). Já o SEI Bahia, sistema oficial de gestão de processos e documentos administrativos digitais do Poder Executivo Estadual, já permitiu ao Estado uma economia de R$ 156 milhões com a transição do suporte papel para o meio eletrônico.

Índice

Elaborado com apoio do Grupo de Transformação Digital dos Estados e Distrito Federal (GTD.GOV) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Índice de Oferta de Serviços Digitais visou mensurar se alguns dos principais serviços públicos ofertados pelos governos estaduais e distrital são disponibilizados por meios digitais e se esta oferta considera as melhores práticas do governo digital e está em conformidade com a legislação pertinente (Lei Federal 13.460/2017 e Lei Federal 13.726/2018).

Para a elaboração do ranking por capacidade para oferta digital de serviços públicos – no qual a Bahia ficou classificada em primeiro lugar – foram avaliados, entre outras coisas, as ferramentas de acesso aos serviços públicos (como portal eletrônico e agendamento digital de serviços) e os mecanismos de identificação do cidadão (a exemplo de login/identidade única e gestão de cadastro do cidadão), além de recursos de Ouvidoria e simplificação de serviços.

Fonte: Ascom/Saeb