EM EXECUÇÃO DESDE 2015 NA SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO/ COMO PARTE DA REFORMA ADMINISTRATIVA IMPLANTADA NA PRIMEIRA GESTÃO DO GOVERNADOR RUI COSTA/ A POLÍTICA DE QUALIDADE DO GASTO PÚBLICO RESULTOU NUMA ECONOMIA REAL ACUMULADA DE CINCO BILHÕES E NOVECENTOS MILHÕES DE REAIS/ EM CINCO ANOS// O CÁLCULO LEVA EM CONTA A INFLAÇÃO DO PERÍODO E SE CONCENTRA NAS DESPESAS DE CUSTEIO/ OU SEJA/ AQUELAS RELACIONADAS AOS GASTOS COM A MANUTENÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO ESTADUAL/ COMO ÁGUA/ ENERGIA E MATERIAL DE CONSUMO// DE ACORDO COM A SECRETARIA DA FAZENDA/ O DINHEIRO ECONOMIZADO AJUDOU A PRESERVAR O EQUILÍBRIO DAS CONTAS E A AMPLIAR OS INVESTIMENTOS PÚBLICOS///

COM INFORMAÇÕES DA SECOM BAHIA/ ALEXANDRE SANTANA///