A testagem para o novo coronavírus em estudantes, professores e funcionários das escolas da rede estadual ganhou um dia extra, em Ilhéus. A aplicação dos testes rápidos será nesta terça-feira (25), das 8h às 17h, no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) do Chocolate Nelson Schaun e no Colégio da Polícia Militar (COM) Rômulo Galvão. A data é aberta a todos os estudantes que não puderam comparecer durante o cronograma inicial, que foi de 10 a 21 de agosto, mesmo período em que a aplicação aconteceu em Itabuna.

A estudante Shirley dos Santos foi fazer a testagem na última sexta-feira (21), no Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Tecnologia da Informação Álvaro Melo Vieira, em Ilhéus, e destacou a importância da iniciativa. “A gente sabe que muitas pessoas que estão com a Covid-19 são assintomáticas e este é o problema, porque estão transmitindo para os outros. Por isso, é bom que os colegas compareçam para fazer o teste. É rápido, gratuito, com disponibilidade de álcool em gel e higienização dos espaços e lavatórios, tudo para garantir que a gente possa exercer a nossa cidadania, protegendo a todos”.

Garantia do acesso

O coordenador de articulação de Projetos para a Educação da SEC, Hélder Amorim, falou sobre a inclusão de mais um dia no município do Sul baiano. “Em Ilhéus, apesar de boa participação, houve uma solicitação das escolas para que houvesse mais um dia e, em alinhamento com a prefeitura, faremos a ação na terça-feira”.

Parcerias

Os testes rápidos em estudantes, professores e funcionários da rede estadual de ensino também já foram aplicados nas cidades de Itabuna, Jequié, Itajuípe, Ipiaú e Uruçuca. A testagem acontece em municípios de pequeno e grande portes que apresentam elevados índices de contaminação, a partir da parceria entre as secretarias estaduais de Educação (SEC) e de Saúde (Sesab) e as prefeituras municipais.

A aplicação é feita por profissionais das secretarias de Saúde, seguindo todos os protocolos de segurança necessários. A divulgação dos resultados oficiais pela SEC só será feita após análise científica, que está sendo realizada pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado