Foto: Carol Garcia/GOVBA
Foto: Carol Garcia/GOVBA

O Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), em Salvador, abrirá 16 novas vagas para os Programas de Residência em Área Profissional de Saúde e Multiprofissional em Saúde, o que representa um incremento de cerca de 25%. Aprovada pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), na terça-feira (4), a concessão das bolsas será destinada às áreas de enfermagem, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição e psicologia.

Além da ampliação, o Hospital Geral Roberto Santos implantará dois novos programas de residência multiprofissional: Residência Multiprofissional Integrada Hospitalar – destinada a enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, fonoaudiólogos e nutricionistas – e Residência em Enfermagem Neonatal – única na Bahia.

Na avaliação do diretor-geral do HGRS, o anestesiologista José Admirço Lima Filho, a ampliação da residência multiprofissional na instituição é indício de bons tempos no pós-pandemia. “Ficamos animados com essa liberação. O ano de 2021 promete muito para o maior hospital-escola da Bahia. Com trabalho e união, iremos superar tudo isso”, conta.

Os Programas de Residência em Área Profissional de Saúde e Multiprofissional em Saúde foram aprovados pela Comissão Nacional de Residência Multiprofissional em Saúde do Ministério da Educação (MEC). Por isso, em resposta à solicitação do HGRS, o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, autorizou a Superintendência de Recursos Humanos (Superh-Sesab) a proceder com as medidas necessárias para o atendimento do pleito.

Residências do HGRS

Atualmente, o HGRS possui 68 residentes multiprofissionais, divididos nos programas Multineuro (psicologia, enfermagem, fisioterapia, fonoaudiologia e nutrição); Enfermagem em Terapia Intensiva; Enfermagem em Obstetrícia; Enfermagem em Centro Cirúrgico e CME [central de material e esterilização]; Fonoaudiologia Hospitalar com Ênfase em Neonatologia, Fisioterapia Neurofuncional e Fisioterapia em Terapia Intensiva e Emergência. Há, ainda, 15 residentes da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e da Universidade Federal da Bahia (Ufba), que fazem as práticas no HGRS.

A residência médica da instituição tem, hoje, 208 residentes. Eles atuam nos programas de neurologia, urologia, área cirúrgica básica, pediatria, ginecologia e obstetrícia, clínica médica, endocrinologia e metabologia, endoscopia, coloproctologia, gastroenterologia, anestesiologia, cirurgia do aparelho digestivo, endoscopia digestiva, cirurgia vascular, cirurgia pediátrica, angiorradiologia e cirurgia endovascular, cirurgia geral e radiologia e diagnóstico por imagem.

Fonte: Ascom/HGRS