Escola em Lage dos Negros
Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Quase 100 quilômetros distante da sede de Campo Formoso, o povoado quilombola Lage dos Negros agora possui um novo prédio escolar com seis salas de aula, que abrigará mais de 600 estudantes. Construída pelo Governo do Estado com investimento superior a R$ 3,5 milhões, a unidade foi inaugurada na manhã desta quarta-feira (12) pelo governador Rui Costa.

Para o governador, a nova escola, batizada de Colégio Estadual Quilombola Luís José dos Santos, vai transformar a realidade de ensino no local. “É um enorme prazer voltar a esta localidade para entregar, desta vez, uma escola digna, com toda a infraestrutura necessária para garantir que os alunos tenham um melhor aprendizado e uma melhor prática didática”, afirmou.

A escola ainda inclui campo de futebol society, quadra coberta, biblioteca, laboratórios, auditório e refeitório. Rui lembrou que toda a estrutura poderá ser compartilhada com a população para eventos esportivos e culturais. “A escola tem infraestrutura e capacidade para atender, além dos alunos matriculados, as famílias e toda a comunidade. O colégio poderá ser utilizado por todos como um equipamento de integração, principalmente em atividades que envolvam a cultura e o esporte”, destacou.

Para o secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, a entrega do colégio, no dia que marca os 222 anos da Revolta dos Búzios, é simbólica. “O programa de governo prevê a construção de 60 novas escolas, inclusive voltadas para a Educação Quilombola e suas modalidades. Em fevereiro, entregamos a Escola Estadual do Campo Anderson França, que fica no Assentamento Jaci Rocha, em Prado, onde foram investidos R$ 3,7 milhões. Agora, entregamos esta belíssima escola em Lage dos Negros. Acreditamos que podemos unir a sabedoria ancestral e tradicional com as novas ferramentas de aprendizagem, criando uma formação que preserve a história e valorize o indivíduo. Por isso, temos um prédio completo que vai qualificar a Educação Quilombola e integrará a comunidade de Lage dos Negros”, contou.

Colégio-Estadual-Quilombola-Luís-José-dos-Santos
Foto: Mateus Pereira/GOVBA

O povoado de Lage dos Negros reúne 24 comunidades remanescentes de quilombos e foi fundado em meados do século XIX por Luís José dos Santos, um escravo que conseguiu comprar as terras de um senhor de engenho. Segundo dados da Fundação Cultural Palmares, o Brasil possui 3.011 Comunidades Remanescentes de Quilombos e, dessa totalidade, a Bahia reúne 801 comunidades.

Na Bahia, a Secretaria da Educação do Estado acompanha 41 espaços escolares quilombolas (8 escolas e 33 anexos), somando cerca de 4,5 mil estudantes e 427 educadores, de acordo com o Censo Escolar de 2018. Em Campo Formoso, além do colégio inaugurado nesta quarta (12), existe o Colégio Estadual do Campo de São Tomé – Distrito de São Tomé.

Educação Quilombola

A Educação Escolar Quilombola segue a proposta de um currículo construído com os quilombolas e para os quilombolas, baseado nos saberes, conhecimentos e respeito às suas matrizes culturais. Trata-se de uma educação diferenciada onde se trabalha a realidade a partir da história de luta e resistência desses povos, bem como dos seus valores civilizatórios.

A Educação Escolar Quilombola está fundamentada na vivência e organização coletiva, valores ancestrais, relação com a terra e com o sagrado, questões que precisam ser incorporadas no espaço escolar das escolas quilombolas e das escolas que atendem estudantes quilombolas.

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Mais entregas

Do povoado Lage dos Negros, o governador seguiu para a sede do município de Campo Formoso, onde realizou uma vistoria e inaugurou a obra no entorno da Lagoa dos Sonhos, que recebeu um investimento de R$ 1,5 milhão. Rui ainda entregou uma nova ambulância para o município e realizou a inauguração da ampliação do Sistema Simplificado de Abastecimento de Água da sede de Campo Formoso e da localidade de Poços. O investimento para garantir o acesso à água é de R$ 5 milhões.

Repórter: Renata Preza

Campo Formoso