Foi realizado, no último sábado (15), o lançamento do Projeto Nestante, iniciativa do Instituto Ubíqua, em parceria com a Brüke Le Ponte, da Suíça, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD/ONU), Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), AKSSAM – Adaptando Conhecimento para a Agricultura Sustentável e o Acesso a Mercados (AKSSAM/UFV) e a Rede Ponte. O curso Repórter Virtual, já iniciado em julho, marca a primeira fase do projeto e conta com uma turma de 60 alunos participantes dos projetos parceiros, cofinanciados pelo FIDA no Brasil, Viva o Semiárido (PI), Paulo Freire (CE) e Pró-Semiárido (BA).

“O projeto Nestante vai criar uma rede social para construir soluções. Já foi testado em 2019 e agora estamos na fase de execução. Nesse momento, está sendo feito o upgrade do aplicativo e da plataforma para que a gente tenha, até o final deste ano, a rede social para compartilhar soluções funcionando. Mas vai muito além de um aplicativo apenas, pois tem um propósito nobre, que é ajudar a resolver problemas reais”, explica Jessé Barbosa, diretor da Ubíqua.

O Repórter Virtual visa formar profissionais capazes de produzir recursos de comunicação multimidiáticos nas regiões do Semiárido nordestino. Para Claus Reiner, diretor-chefe no Brasil da divisão da América Latina e Caribe do FIDA, “esse projeto é realmente muito importante! Nós temos um Centro de Conhecimentos em Brasília, com cooperação Sul-Sul, exatamente para fazer o que esse projeto quer fazer. A comunicação indireta não funciona. Com a tecnologia, temos a possibilidade de evitar o telefone sem fio, e nós temos muitos jovens conectados e se comunicando diretamente”.

O Pró-Semiárido, projeto do Governo do Estado da Bahia de combate à pobreza rural no Semiárido baiano, executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR/SDR), foi representado pela técnica em comunicação Lorena Vieira, que fez um relato da sua trajetória, iniciada como estagiária no programa Partiu Estágio, e foi a primeira jovem comunicadora formada pelo projeto”. Para ela, o curso é “uma oportunidade preciosa de transformação da realidade da juventude rural” e, ao direcionar a sua fala aos jovens, acrescentou: “vocês são apenas o começo, os desbravadores dessa oportunidade, então, aproveitem. Agarrem com unhas e dentes, por que certamente vocês não serão os mesmos ao terminar”. Lorena Vieira compõe hoje o quadro da assessoria de comunicação do Pró-Semiárido.

O lançamento virtual, transmitido ao vivo pela TV Nestante no Youtube, contou ainda com a presença do oficial de Programas FIDA no Brasil, Hardi Vieira, do coordenador do AKASSAM, Marcelo Braga; Maurílio Oliveira, representante do PNUD-PI, a coordenadora local da Brüke Le Ponte, Rosa Lídia, do diretor executivo da unidade de gestão do Projeto Viva o Piauí, Francisco Ribeira, da coordenadora do projeto Paulo Freire, Irís Tavares e dos jovens comunicadores Téones Suzano e Maria de Jesus Souza.

Fonte: Ascom/Secretaria do Desenvolvimento Rural (SDR)