Testes para coronavírus em Jequié
Foto: Divulgação

As escolas da rede estadual de ensino do município de Jequié, no sudoeste da Bahia, continuam realizando a testagem para o novo coronavírus, nesta terça-feira (4), para funcionários e professores. A partir desta quarta-feira (5), das 8h às 17h, será a vez dos estudantes, que serão atendidos a partir de uma escala organizada por turmas, na própria unidade escolar na qual está matriculado, com o intuito de evitar aglomeração. Ao todo, serão testadas 10.771 pessoas, sendo 9.964 estudantes, 560 professores e 247 funcionários, em 13 escolas estaduais e quatro anexos do município.

Para a realização dos testes, todas as unidades escolares foram preparadas com a higienização do local e disponibilização de álcool em gel e pias com sabão para a lavagem das mãos, além da exigência do uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

Os testes estão sendo aplicados por equipes da Secretaria Municipal de Saúde, com acompanhamento dos gestores escolares e das equipes técnicas da Secretaria da Educação do Estado, do Núcleo Territorial de Educação (NTE) e do Núcleo Regional de Saúde da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

A diretora do Centro Estadual de Educação Profissional (Ceep) em Gestão e Tecnologia da Informação Régis Pacheco, Fannie Novais, explicou sobre o planejamento de testagem dos estudantes. “A experiência de organização da escola para esta ação precisou envolver estratégia e segurança durante todo o processo. Planejamos a etapa de testagem de funcionários, docentes e estudantes, com uma escala específica para cada segmento. Esta etapa é primordial para mapeamento das próximas ações e compreensão da situação da saúde dos estudantes da rede estadual da Bahia”.

Retorno das aulas

A professora Jacqueline Trindade, que leciona na unidade, destacou a importância da iniciativa. “A testagem é importante para sabermos como está a real situação de cada escola e localidade, o que implicará nas mudanças de protocolos a serem seguidos para o retorno das aulas. A minha experiência com a testagem rápida foi bastante tranquila, sem filas, com o afastamento adequado e não foram gastos mais que 15 minutos para fazer e sair o resultado”, afirmou.

Segundo a professora Débora Carla Guedes, a testagem foi eficiente. “A minha testagem foi rápida, sem nenhuma aglomeração, sendo recepcionada desde a entrada, com a medição da temperatura e limpeza das mãos com álcool. Ressalto a relação dos profissionais da Saúde que fizeram o seu trabalho de forma humanizada, com leveza e muita tranquilidade passada aos que eram testados”.

Outros municípios

A testagem, que já foi realizada nos municípios de Itajuípe, Ipiaú e Uruçuca, também será feita em Itabuna e Ilhéus, onde a programação está sendo desenvolvida em parceria com as prefeituras e será divulgada posteriormente.

No município de Ilhéus serão testadas 12.327 pessoas, sendo 11.370 estudantes, 661 professores e 296 funcionários, localizados em 18 escolas, entre elas quatro unidades indígenas. Em Itabuna, a testagem ocorrerá em 14 unidades escolares, contemplando 12.011 pessoas, sendo 11.224 estudantes, 580 professores e 207 funcionários.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado