O SAC Digital, plataforma eletrônica de serviços do Estado, gerou economia de R$ 20 milhões aos cofres públicos. A utilização do SAC Digital reduz os gastos do Estado, por exemplo, com contratação de pessoal e aquisição de papel, impressão, suplementos, equipamentos, além dos Correios.  Dos serviços que passaram a ser virtuais, o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), a Carteira de Trabalho (CTPS) e a entrada no Seguro Desemprego foram os que geraram maior economia ao Estado.

O Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo eletrônico (CRLV-e) é o serviço digital mais procurado pelos usuários da plataforma. São mais de 236 mil solicitações para veículos de proprietários pessoa física e quase 53 mil para os veículos de pessoa jurídica, considerando o período de 01 de junho a 20 de julho. Por meio do aplicativo ou no portal, o usuário baixa o documento eletrônico – que substitui o antigo certificado em papel moeda – e passa a mantê-lo, obrigatoriamente, em seu celular, além de ter a opção de imprimir uma cópia.

Já a inserção mais recente de serviços na plataforma, que já tem mais de 1 milhão de pessoas cadastradas, é do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Os cidadãos já podem fazer consultas sobre a sua situação junto à Justiça Eleitoral, emitir certidões e regularizar pendências sem precisar sair de casa. Também podem ter acesso à loja virtual, para quem baixar o aplicativo da Justiça Eleitoral Brasileira e obter a 2ª via do Título de Eleitor. Nesse caso, a pessoa terá acesso ao e-título (título eleitoral eletrônico), que está disponível para celular nos sistemas operacionais Android e iOS.

A pandemia da Covid-19, inevitavelmente, impulsionou a oferta e demanda por serviços públicos digitais no Estado. Desde que foram adotadas as medidas de isolamento social, o SAC Digital, implantado em parceria com a Companhia de Processamento de Dados do Estado (Prodeb), computou um incremento de 60% na quantidade de serviços disponíveis. Para o secretário Estadual da Administração, Edelvino Góes, essa ampliação fortalece a tendência mundial de acesso a serviços públicos de maneira virtual e redução de custos para o Estado.

“Essa transformação digital dos serviços públicos chega como forma de facilitar o acesso dos cidadãos aos seus direitos, oferecendo mais comodidade e agilidade, e gerando economia aos cofres públicos”, disse. Outro aspecto relevante é que o SAC Digital permite que 394 serviços possam ser agendados pela plataforma. Se todos os agendamentos que são feitos hoje nos canais SAC Digital fossem realizados exclusivamente pelo Call Center, a Secretaria da Administração do Estado (Saeb) teria um incremento no custo anual de aproximadamente R$ 1,2 milhão.

Através do SAC Digital é possível ter acesso à emissão da Carteira de Trabalho Online (CTPS Digital), por meio do site do Ministério da Economia, e ao CPF on-line, da Receita Federal. Já entre os serviços do governo baiano, outro bastante procurado é o RG Expresso, que permite solicitar virtualmente a reimpressão da carteira de identidade, desde que o documento tenha sido emitido há dois anos, no máximo.

Fonte: Ascom/ Saeb