As obras de adequação do prédio do antigo Hospital Santa Clara, no Itaigara, chegaram à fase final. Requisitadas pelo Estado para reforçar o atendimento de pacientes com sintomas graves e leves do novo coronavírus, as instalações irão abrigar um centro de tratamento com 59 leitos clínicos, que tem previsão para ter o funcionamento iniciado a partir deste sábado (9). Ao todo, são 59 leitos, sendo nove de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 50 de enfermaria.

Esta unidade será administrada pela Associação Bahiana de Medicina (Fabamed), organização social que também é responsável pelo gerenciamento do hospital de campanha montado no Hotel Riverside, em Lauro de Freitas. O superintendente da entidade, José Rodrigues, ressalta que faltam apenas pequenos ajustes finais. “Já tivemos uma reunião com a equipe, que é formada por diversos profissionais, incluindo nutricionistas, fisioterapeutas, médicos, enfermeiros e técnicos, e todos estão prontos, bem como o hospital, que está suprido com todos os materiais, medicamentos e equipamentos necessários”, assegurou.

O superintendente também falou da disposição espacial dos leitos. “No quarto andar, estão os leitos de UTI, que estão sendo concluídos para receber pacientes graves. Do primeiro ao terceiro, estão distribuídos os 50 leitos de enfermaria, para casos mais brandos da doença”, descreveu.

A ocupação dos leitos deste centro de tratamento se dará de acordo com a demanda e mediante encaminhamento da Central Estadual de Regulação.

Hospitais de campanha

Além do Espanhol, Fazendão e Riverside, já prontos para atendimento, o Estado está finalizando as obras no hospital de campanha na Arena Fonte Nova, alcançando a marca de 673 novos leitos, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), para auxiliar no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, em toda a Bahia.

Repórter: Renata Preza