O Senai Cimatec já recuperou e devolveu para o Hospital Espanhol 100 bombas de infusão de Unidades de Terapia de Intensiva (UTI), numa ação realizada em parceria com o Governo do Estado e a empresa alemã de dispositivos médicos e farmacêuticos B.Braun.O equipamento é item indispensável nas UTIs, utilizado para administrar medicamentos ou nutrientes nos pacientes.
 
De acordo com o secretário do Planejamento do Estado, Walter Pinheiro, a iniciativa contribui para o enfrentamento da Covid-19. “Este é um trabalho técnico do Senai Cimatec contando também com uma equipe da B.Braun, que está sendo feito de forma muito ágil, ampliando assim a cobertura de leitos necessários para o enfrentamento da pandemia do Coronavírus. Na última terça-feira, chegaram a Salvador peças de reposição da B.Braun, vindas do Rio de Janeiro, para a manutenção de 100 bombas de infusão. Amanhã chegam no aeroporto de Salvador novas peças para o reparo de outras 100 bombas”, destaca Pinheiro. 
As bombas de infusão do Hospital Espanhol estavam sem funcionamento desde 2014, quando a unidade hospitalar encerrou as atividades. Em abril deste ano, o hospital foi aberto pelo Governo do Estado como centro de tratamento para acolher, exclusivamente, pacientes que tenham sintomas graves da Covid-19. 
O gerente executivo do Senai Cimatec, André Oliveira, explica como funciona o processo de manutenção. “Inicialmente é realizada a desinfecção e triagem, para identificação dos defeitos. A etapa seguinte é a substituição das peças necessárias e reparos, por fim a montagem e calibração, para depois fazer uma nova desinfecção antes de embalar”, ressalta Oliveira, ao acrescentar que o hospital realiza uma nova desinfecção ao recepcionar cada unidade.
Fonte: Ascom/Seplan