Apesar da importância do isolamento social para conter a disseminação do coronavírus (Covid-19), ficar em casa pode significar, para algumas crianças e adolescentes, estar mais vulnerável a uma série de violências, muitas vezes invisíveis.
Tendo em vista este cenário, a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), dá início, na quarta-feira (20), às transmissões ao vivo da “Criança & Adolescente em Foco”, um espaço virtual de troca e compartilhamento de informações sobre temáticas no campo dos direitos humanos da infância e adolescência.
A primeira live acontecerá no Facebook da SJDHDS, às 15h, em referência ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes (18/05), e tratará do tema “A violência no contexto do isolamento social”, com a participação de Helena Oliveira, especialista em Proteção à Criança e Chefe do Escritório do Unicef para a Bahia, Sergipe e Minas Gerais.
O objetivo da iniciativa, proposta pela Coordenação de Proteção a Criança e ao Adolescente da SJDHDS, é disponibilizar informações qualificadas sobre a questão aos profissionais da área e à população em geral, alertando quanto às situações de maus tratos, exclusão social, cyberbullying, abusos e exploração sexual enfrentadas por crianças e adolescentes durante o período de quarentena.
Os bate-papos do Criança & Adolescente em Foco serão quinzenais, sempre às quartas-feiras, somando oito encontros em quatro meses totais de realização. A segunda transmissão ao vivo está prevista para o início de junho e discutirá “O acolhimento institucional de crianças e adolescente em tempos de pandemia da Covid-19”, com representantes da Fundac-BA e da Fundação Cidade Mãe.
Fonte: Ascom/SJDHDS