Em referência ao Dia Internacional de Combate à LGBTfobia (17 de maio), será promovido um bate-papo na segunda-feira (18), às 17h, transmitido por meio de Live realizada pelo Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult). O bate-papo poderá ser acompanhado através do Instagram @ccpicultura.
 
O CCPI trará como convidado o líder indígena Jefferson Niotxárú Pataxó, da Aldeia de Coroa Vermelha, localizada no município Santa Cruz de Cabrália, no Sul da Bahia. Na transmissão, ele abordará a questão no universo da etnia indígena, que também compõe o leque de atuações do centro.
 
Segundo o diretor do CCPI, André Reis, o objetivo do debate é trazer a demanda LGBTQI+ na ocasião, quando são levantadas as questões relativas ao enfrentamento da LGBTfobia em âmbito mundial. "Essa data é muito importante e trataremos o tema do ponto de vista de uma liderança indígena de modo a associar essas duas demandas de comunidades que recebem a atenção deste Centro", ressaltou Reis.
 
O encontro será aberto por André Reis com uma fala sobre a importância da data. Em seguida, Jefferson Niotxárú Pataxó fala sobre o tema “A diversidade de gênero e as etnias indígenas”. Haverá espaço para responder as perguntas dos espectadores a respeito do assunto.
                                                   
O Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) da Secult é responsável pela execução, proteção e promoção das políticas públicas de valorização e fortalecimento das manifestações populares e de identidade, orientadas de acordo com o pensamento contemporâneo da Unesco e do Ministério da Cultura. Seu campo de atuação contempla a cultura do sertão, de matrizes africanas, ciganas e indígenas, LGBTQI+, infância e idosos. Além disso, o CCPI coordena a programação artística dos largos do Pelourinho e suas grandes festas populares.
Fonte: Ascom SecultBA