A Monte Sabores garante suas compras para que você fique em casa. Esse é o lema da divulgação do serviço de entregas de produtos das lojas Monte Sabores, nos municípios de Monte Santo e Itiúba, a exemplo da tapioca fresca, polpas de frutas, ovos e temperos verdes, produzidos sem agrotóxicos por agricultores familiares da região. Assim como outros empreendimentos, a Rede Monte Sabores, que é que é vinculada à Cooperativa Regional de Agricultores Familiares e Extrativistas da Economia Popular e Solidária (Coopersabor), adotou como uma das estratégias de comercialização, o sistema delivery, que funciona de segunda a sexta-feira, das 10h às 12h, na sede desses municípios.
Produtos como a cerveja de licuri, azeite de licuri, artesanato de palha de licurizeiro, balas de licuri, biscoitos, geleias e outros artesanatos estão disponíveis para pedidos nas lojas de Itiúba, pelo número (74) 99134-4866, e em Monte Santo, pelo contato (75) 99892-0615. Os produtos também podem ser adquiridos pelos consumidores de Salvador, no conforto de suas casas, por meio de pedidos na plataforma online.
"Estruturamos esse serviço de entregas e estamos intensificando o trabalho de divulgação, em todos os meios, seja site ou redes sociais, para que as pessoas possam conhecer esse serviço, que não existia antes. A expectativa é que o serviço de entregas aumente a comercialização dos produtos", explicou Luís Costa, da Coordenação técnica da Coopersabor.
A Rede Monte Sabores possui ainda uma loja no município de Senhor do Bonfim e Nordestina, resultado da parceria entre a Coopersabor, a Associação Regional dos Grupos Solidários de Geração de Renda (Aresol) e os Centros Públicos de Economia Solidária (Cesol). Além das lojas da Rede Monte Sabores, outras lojas, distribuídas pelo estado da Bahia, comercializam produtos da Coopersabor. Para saber mais informações sobre esses produtos e sobre a comercialização da produção da cooperativa, os interessados podem entrar em contato pelo número (75) 99158-5184 ou por e-mail: coopersabor.comercial14@gmail.com.
Ação solidária
Neste período de pandemia do Coronavírus, além de buscar alternativas para comercialização dos produtos, a Rede Monte Sabores está  disponibilizando serviços de comunicação do Cesol, visando a garantia de divulgação dos produtos. Também está apoiando a criação de Brigadas de Solidariedade, com pessoas que queiram se envolver no processo de arrecadação de alimentos e de materiais de higiene e limpeza, para doação. As brigadas estão realizando o mapeamento das famílias com maior nível de vulnerabilidade social, para a entrega dos materiais arrecadados, especialmente em municípios como o de Itiúba.
Investimentos Bahia Produtiva
A Coopersabor é uma das organizações baianas apoiadas pelo Governo do Estado por meio do Bahia Produtiva, projeto da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), e cofinanciado pelo Banco Mundial. Os convênios firmados incluem apoio para o fortalecimento dos sistemas produtivos da ovinocaprinocultura, fruticultura e oleaginosas, beneficiando diretamente mais de 100 famílias, com investimentos da ordem de R$ 2,9 milhões. 
Estão sendo destinados recursos na contratação de profissionais da área de consultoria de planos de negócios e de assistência técnica e extensão rural (Ater). A cooperativa está recebendo investimentos também em infraestrutura incluindo construção de abrigos, implantação de cisternas, aquisição de máquinas e equipamentos, distribuição de mudas de palma, kit transporte e logística, pavimentação do entorno da fábrica, construção de sistema de armazenamento e tratamento de resíduos e aquisição de túnel de congelamento rápido para polpa, entre outras ações.
A Cooperativa
A Coopersabor tem sede no município de Monte Santo, e trabalha, por meio de seus cooperados, com uma diversidade de produtos oriundos do licurizeiro, como o azeite, o óleo, petisco de licuri torrado e salgado, doces, polpas e o licuri in natura, além de artesanatos da palha, mas se destacam a cerveja e o chopp de licuri, que vêm conquistando os paladares onde são apresentados.
Dentre as atividades, destacam-se o agroextrativismo e beneficiamento de outras frutas nativas, a exemplo do umbu e do maracujá da Caatinga. Também são beneficiadas frutas cultivadas nos quintais das propriedades dos agricultores e agricultoras familiares como acerola, manga e goiaba, além de trabalhar com produtos derivados da mandioca e a cadeia produtiva de caprinos e ovinos.
Fonte: Ascom/Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR)