Mais de 248 mil estudantes já receberam o vale-alimentação estudantil
Foto: Josenildo Almeida

O vale-alimentação foi entregue a 248.465 mil estudantes até terça-feira (12), em Salvador e mais 21 cidades do interior que têm as redes Assaí e Cesta do Povo com lojas credenciadas. O benefício, no valor de R$ 55, está sendo entregue pelo Governo do Estado desde o dia 20 de abril, podendo ser retirado em qualquer dia da semana e enquanto durar o período de suspensão das aulas.

O superintendente de Planejamento Operacional da Rede Escolar da Secretaria da Educação do Estado, Manoel Vicente Calazans, falou da importância da iniciativa. “O Programa Vale-Alimentação Estudantil é uma ação do Governo do Estado da Bahia, executado pela Secretaria Estadual de Educação, para garantir a segurança alimentar dos estudantes da rede estadual que, por conta do fechamento das unidades escolares devido a pandemia do Coronavírus, não tiveram acesso à alimentação escolar. Os gêneros alimentícios adquiridos através do vale-estudantil permite que as famílias dos estudantes, já fragilizados por conta da pandemia, tenham um implemento no campo nutricional. Os depoimentos dos estudantes destacam a importância que a chegada dos gêneros alimentícios tem para toda a estrutura familiar. A pandemia tem comprometido a economia familiar e o benefício que chega aos estudantes ameniza este momento difícil para toda a sociedade”, destacou.

O vale-estudantil é destinado, exclusivamente, para a compra de gêneros alimentícios, como feijão, arroz, macarrão, carne, frango, frutas, verduras, café e leite, sendo a aquisição dos alimentos é de livre escolha dos estudantes. A Rede Assaí funciona das 7h às 22h. A Cesta do Povo e as lojas conveniadas, na capital, abrem das 7h às 20h, e, no interior, das 8h às 20h. Por conta do decreto municipal de Salvador, os supermercados atendem, preferencialmente, aos idosos das 7h às 9h.

A Secretaria da Educação do Estado reforça a orientação para que vá ao supermercado (Assaí ou Cesta do Povo e suas lojas credenciadas) apenas uma pessoa – o estudante, o pai, a mãe ou o responsável -, cujo CPF está cadastrado na escola. É preciso apresentar o CPF e um documento de identidade com foto do estudante. Se a retirada for feita por outra pessoa, a mesma deve apresentar um documento de identidade e, se tiver, o CPF.

Outra recomendação é para que, antes de ir ao supermercado, seja confirmado se o CPF já está cadastrado. Para isto, basta ligar para a escola onde o estudante está matriculado; para o número 0800 284 0011; ou verificar pelo Sistema Siadiante no Portal da Educação. Por esses meios, também é possível saber se é para ir na Rede Assaí ou na Cesta do Povo e suas lojas credenciadas.

Para os estudantes que moram onde não há lojas dessas redes, está sendo entregue um cartão- alimentação com o mesmo valor. Os estudantes devem esperar o comunicado oficial sobre o recebimento. Ao todo são 800 mil estudantes beneficiados com o vale e o cartão-alimentação, em todos os 417 municípios da Bahia. Estão sendo investidos R$ 44 milhões de recursos do Governo do Estado com a ação.

Fonte: Ascom/ Secretaria da Educação do Estado