Os beneficiários do Planserv contam, a partir desta quarta-feira (1º de abril), com uma Central de Teleorientação exclusiva para prestar informações e orientações, além de tirar dúvidas sobre o contágio e sintomas do novo coronavírus. A central atende pelo 3402-3702 (ligações de telefone fixo e celular). O atendimento será realizado de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h.
“Neste momento, em que mais do que nunca precisamos utilizar a tecnologia para facilitar a vida dos nossos beneficiários, a criação deste canal é fundamental para seu acolhimento e auxílio, informando-os e evitando a propagação de orientações incorretas, já que eles estarão em contato com especialistas”, afirmou a coordenadora geral do Planserv, Socorro Brito. Isto sem precisar sair de casa, seguindo a orientação dos organismos competentes sobre a necessidade do isolamento social para evitar o contágio pela Covid-19.
Através deste canal, os beneficiários poderão receber orientações sobre a necessidade ou não de deslocamento para unidade de saúde, minimizando, desta forma, o contato com outros pacientes, contaminados ou não, e, consequentemente, evitando a disseminação do vírus.
“Aqueles que apresentarem os sintomas da enfermidade – febre alta (acima de 37,8º), tosse constante e dificuldade para respirar – serão direcionados aos atendimentos de urgência e emergência da rede credenciada, de acordo com a localização geográfica em que os beneficiários se encontrarem, o que diminui ainda mais o tempo de circulação nas ruas”, informa a coordenadora.
Além disso, a teleorientação atenderá perguntas sobre os sintomas, contágio, maneiras de evitar a disseminação do vírus, tratamento, onde e quando buscar atendimento médico, hábitos de higiene e sobre os decretos de medidas de segurança adotados pelo Governo da Bahia.
Ela destaca, ainda, que todas as orientações, inclusive no que diz respeito à realização de testes para o vírus, seguem os protocolos da Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde e Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Fonte: Ascom/Planserv