A Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-BA) fiscalizou 162 sites de vendas entre os dias 23 de março e 14 de abril. Foram identificadas infrações em 38 destes.

De acordo com o órgão da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), os fornecedores foram autuados e responderão a processo administrativo junto ao Procon-BA.

As principais infrações encontradas foram: descumprimento de oferta; ausência de dados obrigatórios do fornecedor; e ausência de informações sobre parcelamento das compras.

Segundo o diretor de Fiscalização do Procon-BA, Iratan Vilas Boas, os consumidores devem estar atentos para conseguir se prevenir na hora de realizar compras em sites.

"É importante identificar no site o CNPJ do fornecedor, endereço físico e telefones de contato, tirar print das negociações, guardar comprovantes de pagamento e consultar reputação do fornecedor nos sites consumidor.gov.br e Reclame Aqui", pontuou.

O Procon-BA continua com as fiscalizações nos sites.

 
Fonte: Ascom/ SJDHDS