A Secretaria da Educação do Estado está entre os órgãos que contribuem para a rede de produção de máscaras hospitalares a serem doadas às unidades de saúde básica e hospitais públicos para o combate ao coronavírus (Covid-19). O projeto, intitulado Face Shield for Life e coordenado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia (Secti), contempla a produção de Equipamento de Proteção Individual (EPI), fortalecida com a cessão temporária de impressoras 3D de Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional. 
O superintendente da Educação Profissional e Tecnológica do Estado, Ezequiel Westphal, disse que os equipamentos são usados em cursos técnicos de nível médio e destacou a importância da doação temporária  para o trabalho de prevenção e combate ao Coronavírus. "É fundamental um esforço de todos para conseguirmos passar por este momento. Nossos Centros de Educação Profissional em Irecê, Ipirá, Gandú e Lauro de Freitas estão realizando esta doação para fortalecer a produção e possamos contribuir para o trabalho dos profissionais de Saúde", explicou. 
Com a doação dos equipamentos dos Centros Territoriais de Educação Profissional (Cetep) de Irecê (Irecê), da Bacia do Jacuípe (Ipirá) e do Baixo Sul (Gandu) e do Centro Estadual de Educação Profissional (Ceep) em Tecnologia, Informação e Comunicação (Lauro de Freitas) serão beneficiados os hospitais Costa do Cacau (Ilhéus), Prado Valadares (Jequié) e Geral de Ipiaú; as Unidades de Atenção à Saúde Básica (Jequié); e Hospital o Clériston Andrade (Feira de Santana), além da distribuição direta para Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).
 A professora e coordenadora do projeto Coronavidas, Cláudia Lopes, do campus de Jequié, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), falou como a doação vem contribuindo para o combate à Covid-19. "Este é um momento de engajamento e união de forças para que consigamos produzir o máximo de protetores. Já conseguimos distribuir mais de 500 máscaras que, além de Jequié, chegaram a mais de 15 municípios, sendo que alguns locais não possuíam nenhuma unidade."


Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado