Em virtude das fortes chuvas registradas nos últimos dias, que provocaram alagamentos em diversos pontos da capital baiana, a Conder, responsável pelas obras de prevenção de desastres naturais do Governo do Estado, também realiza ações emergenciais com o objetivo de minimizar os transtornos em áreas no entorno das avenidas Gal Costa e 29 de Março, onde estão sendo implantados, respectivamente, o corredores transversais – Linhas Azul e Vermelha.
Os alagamentos registrados nesses locais não têm relação com as obras de mobilidade mencionadas, sendo problemas históricos e recorrentes, principalmente nas áreas próximas aos rios e córregos, que foram ocupadas de forma desordenada. Quando ocorrem chuvas de maior intensidade em um período curto, os rios sobem muito de nível, provocando as inundações. Infelizmente, o descarte inadequado do lixo agrava a situação, já que acaba provocando a obstrução dos canais e impedindo a drenagem das águas pluviais.
O diretor de Infraestrutura e Edificações Públicas da Conder, Francisco Fonseca, destaca as ações emergenciais realizadas em apoio às famílias que moram em comunidades próximas das obras das Linhas Azul e Vermelha, em Pau da Lima e Cajazeiras. “As equipes técnicas das empresas contratadas foram acionadas para prestar assistência social e executar os serviços emergenciais necessários, como a limpeza e a desobstrução dos canais”.
Prevenção de Desastres Naturais
A Conder, empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), executa ainda o programa estadual de Prevenção de Desastres Naturais, realizando uma série de obras de macrodrenagem e de contenção de encostas que já beneficiaram milhares de famílias. Somente com serviços de proteção e estabilização já foram beneficiadas 52 áreas de risco de Salvador, onde vivem mais de 100 mil pessoas.
Já as intervenções de macrodrenagem dos rios Jaguaribe/Mangabeira, Joanes/Ipitanga e no Dique do Cabrito contemplam diversos serviços, como a proteção das margens, aprofundamento, desobstrução e alargamento das calhas para melhorar a vazão dos rios, além da criação de reservatórios de amortecimento das águas pluviais, implantação de canais e áreas para prática de atividades físicas e de lazer com equipamentos comunitários, como campos de futebol, quadras poliesportivas, parques infantis, academias de ginástica e ciclovias.
As obras de macrodrenagem beneficiam diversos bairros de Salvador e Lauro de Freitas, entre eles o Bairro da Paz e Itinga, que já começaram a usufruir dos benefícios mesmo antes da conclusão dos serviços.
Fonte: Ascom/Conder