Nos primeiros 15 dias do decreto nº 19.528/2020, que instituiu o trabalho remoto para servidores estaduais no grupo de risco para a Covid-19, foram publicados no Diário Oficial do Estado (DOE) 13.351 atos relacionados à vida funcional dos servidores, como nomeações, exonerações, concessões de licença prêmio e movimentações internas. O número indica incremento de 16,2% em relação ao registrado na quinzena imediatamente anterior do mesmo mês e de 39% na comparação, por exemplo, com o período idêntico do mês de janeiro. 
Os números estão entre uma série de estatísticas que demonstram que o Estado vem conseguindo manter – e, em alguns casos, até aprimorar – a produtividade dos seus processos de Recursos Humanos, mesmo com parte das equipes atuando em regime de home office, graças às funcionalidades do RH Bahia, o sistema informatizado de gestão de pessoas adotado em todo a administração estadual desde janeiro de 2019.    
 "A ferramenta automatiza mais de 90% dos processos de RH do Estado: assim, por exemplo, o ato é gerado no próprio sistema e as lideranças dos órgãos não precisam estar em seus ambientes de trabalho para validá-los e assiná-los", explica o gestor do RH Bahia, Wilson Freitas Jr., ao lembrar também que o envio do ato para publicação pela Empresa Gráfica do Estado da Bahia (Egba) é realizado de forma automática.   
Para os servidores que atuam nas áreas de RH dos órgãos estaduais, o sistema tem se revelado essencial. Hipertensa, a gerente de gestão de pessoas da Uneb Auxiliadora Araújo está desde a publicação do decreto trabalhando em home office com o  SAP ECC – o aplicativo onde rodam os processos do RH Bahia – instalado em seu notebook.  
Sem qualquer dificuldade de acesso, Auxiliadora conta que o trabalho está até mais intenso, porque alguns servidores sentem-se inseguros na situação de crise e demandam mais informações do RH. "Ter ferramentas e um sistema informatizado como o RH Bahia tem sido fundamental para garantir a execução das tarefas e atender às demandas administrativas", opina.  
Facilidades no portal 
Outra vantagem do sistema – que está sendo vital neste momento em que é preciso reduzir ao máximo a proximidade física entre pessoas – são as facilidades oferecidas pelo Portal de Serviços do RH Bahia, um site utilizado pelos servidores estaduais para programar férias, acessar informe de rendimentos, solicitar licenças e movimentações de férias, entre outros procedimentos relacionados à vida funcional. 
Por meio do portal, o Estado envia mensagens on-line para os servidores, com informações sobre o trâmite de suas solicitações, e também para os gestores estaduais, sobre os procedimentos para gerir a vida funcional de suas equipes. Desde o decreto do último dia 16, foram efetuadas 16.411 notificações do primeiro tipo e 12.499 do segundo – uma média equivalente e até superior a de períodos anteriores.  
Service Desk 
Para completar, foi possível identificar no período pós-decreto uma tendência de melhoria também nos índices de desempenho do Service Desk do RH Bahia – que funciona de forma inteiramente remota, prestando atendimento aos profissionais de Recursos Humanos do Estado. De 16 a 31 de março, o serviço recebeu 699 novos chamados abertos pelas equipes para solução dos mais diversos problemas. Nos primeiros 15 dias do mês, haviam sido 948. 
Em compensação, o número total de chamados fechados – ou seja, aqueles que tiveram sua solicitação resolvida – subiu de 861 para 1.011. "Estamos conseguindo melhorar a nossa produtividade, mesmo com parte da nossa própria equipe atuando em home office", avalia Freitas Jr. 
Fonte: Ascom/Saeb