A Secretaria da Educação do Estado promoveu uma reunião on-line, nesta terça-feira (31), com representantes das Instituições de Ensino Superior (IES) públicas da Bahia. No contexto da pandemia do coronavírus, o objetivo é unir forças para integrar conhecimentos técnicos  e científicos, que possam auxiliar no processo de aprendizagem dos estudantes da Educação Básica e do Ensino Superior, durante o período de isolamento social. 
A ideia é que as instituições possam disponibilizar, on-line e de forma colaborativa, cursos e atividades que já desenvolvem na sua grade acadêmica, além de planejar a produção de novos conteúdos.
Para o secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, esta parceria mostra a união e o comprometimento das IES públicas neste grave momento social. "A participação das universidades públicas da Bahia e dos dois institutos federais demonstra a força que a Educação tem no Estado. Podemos proporcionar diversas atividades pedagógicas voltadas para o aprendizado e para as questões culturais e artísticas com um conteúdo de qualidade, além das formações para professores e estudantes. A proposta é colocarmos o portal on-line com o material que temos e irmos discutindo novos conteúdos", destacou.
O pró-reitor Penildon Silva Filho, da Universidade Federal da Bahia (Ufba), afirmou a importância desta parceria com a secretaria. "Desde as primeiras reuniões, sempre tivemos muito entusiamo pela proposta do portal. Já conversamos com nossa coordenação de Educação à Distância e, com certeza, vamos contribuir com o projeto. E mais: já sugerindo a médio e longo prazos que o  portal seja uma ferramenta permanente para depois da crise", disse.
A diretora Mirian Reis, da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), falou da aceitação da comunidade acadêmica à proposta do portal. "Quando apresentei a ideia em reunião, todos tiveram uma excelente recepção à construção deste projeto. De primeira, já podemos ajudar com conteúdos que podem contribuir para a preparação dos estudantes para o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), como cursos de Cálculo, de Física e de escrita científica, que também podem ser adaptados para os professores", explicou.
O coordenador de projetos estratégicos da secretaria, Marcius Gomes, fez uma apresentação durante a reunião mostrando soluções  que são realizadas pela secretaria. "A secretaria já dispõe de mais de 10 mil conteúdos digitais educacionais no Portal da Educação e está incrementando este material por meio da Plataforma Anísio Teixeira. Este diálogo com as IES é para expandir as possibilidades e pensarmos as estratégias para que, de fato, os estudantes acessem e sejam beneficiados com conhecimentos que agreguem à vida deles, neste momento tão complexo para todos nós".
Ainda participaram da reunião a equipe técnica da secretaria e representantes da Universidade Estadual da Bahia (Uneb), Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) e Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), além do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba) e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IF Baiano).
Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado