Nesta terça-feira (25), último dia do carnaval, até às 17h, o Sistema de Ocorrências da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) registrou 17 atendimentos nas unidades hospitalares, de pacientes que estavam no circuito da festa. Como em todos os anos, o Hospital Geral do Estado (HGE) foi a unidade que mais recebeu pacientes.
De sexta (21) até terça (25), às 18h, foram registradas 90 ocorrências no circuito do carnaval. O HGE atendeu 70 pacientes, seguido pelo Hospital Ernesto Simões Filho (8), Hospital Eládio Lasserre (3), Hospital Menandro de Faria (2), Unidade de Emergência do Curuzu (4), Unidade de Emergência de Pirajá (1) e Hospital Geral Roberto Santos (2).
Agressão física foi responsável por 54 ocorrências. Foram registradas quatro agressões com arma de fogo e 13 quedas. Oito agressões por arma branca. Um atendimento por intoxicação exógena e três internações por complicações de doença preexistente. Foi um atendimento por atropelo e seis pacientes vítimas de ferimento acidental.
Inspeção da Corregedoria da Sesab
A equipe da Corregedoria da Sesab visitou, na segunda-feira (24), os hospitais: Menandro de Faria, em Lauro de Freitas, Roberto Santos, Ernesto Simões Filho, Geral do Estado, as unidades de emergência do Curuzu, Pirajá e Cajazeiras e a Central Estadual de Regulação. Na oportunidade, a equipe conversou com 420 profissionais e notificou 25 por falta ou troca de plantão sem aviso prévio. No período de 20 a 24, foram realizadas 66 inspeções, 1593 profissionais foram assistidos e 103 servidores foram notificados.
Este ano, durante os dias de Carnaval, as equipes da Corregedoria da Sesab  inspecionam as unidades estaduais de saúde, visando o cumprimento das escalas de plantão dos servidores. Trabalham diariamente, divididos em equipe, que atuam em regime de plantão de 24 horas. A Sesab, como em outros anos, ampliou o número de plantões nos hospitais e unidades de emergência, para prestar um atendimento mais efetivo nesse período de carnaval.
Hemoba
No período do carnaval, 647 candidatos compareceram ao posto da Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) para fazer doação de sangue. Até o momento, foram coletadas 439 bolsas de sangue. No ano passado, foram coletadas 324 bolsas de sangue, sendo 456 candidatos à doação. A Hemoba funciona nesta quarta-feira de cinzas, a partir das 13h.
Atendimento à mulher – AME
Mulheres vítimas de violência sexual e abuso têm atendimento e apoio no Hospital da Mulher. O serviço AME – Serviço de Atendimento à Mulher funciona desde 2017, e, neste carnaval, registrou apenas um atendimento. Isso significa que as campanhas que vem sendo realizadas estão sendo bem aceitas. A população está mais atenta para esse tipo de abuso contra a mulher. No ano passado, durante o carnaval, foram realizados quatro atendimentos.
O Serviço AME é composto por equipe multiprofissional com médicas, enfermeiras, farmacêuticas, assistentes sociais e psicólogas. Atua em parceria com o Ministério Público, o Instituto Médico Legal (IML) e a Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado (SPM-BA), além de conselhos de saúde regionais.
Testes rápidos e distribuição de camisinhas
A Sesab montou este ano três postos para a realização de testes rápidos para detectar doenças como HIV/Aids, sífilis, além das hepatites virais. Os postos estão localizados em Salvador, na Avenida Centenário (Barra) e na Avenida Ademar de Barros (Ondina), e em Porto Seguro, na Passarela do Descobrimento, funcionando das 16h até a 1h da madrugada do dia seguinte.
No dia 24, foram realizados 413 atendimentos, com os seguintes procedimentos: 413 Testes para HIV, com seis casos confirmados; 413 Testes para Sífilis, com 17 casos reagentes; 413 Testes para Hepatite B, dois casos reagentes; e 413 Testes para Hepatite C, um caso reagente. Na oportunidade, foram distribuídos 31,7 mil preservativos masculinos, 1,2 mil femininos e 4 mil unidades de gel lubrificante.
Nestes quatro dias de Carnaval, foram realizados 1.401 atendimentos; realizados 5.604 testes rápidos, com um total de 20 casos confirmados para HIV, 88 reagentes para Sífilis, sete reagentes para Hepatites B e um caso reagente para Hepatite C. Também, nos quatro dias, foram distribuídos 90,3 mil preservativos masculinos e 6,3 mil femininos, totalizando 96,6 mil preservativos e 15,5 mil unidades de gel lubrificante.
 
Fonte: Sesab/Ascom