Combate à violência contra as mulheres, literatura voltada para o empoderamento feminino e espaço para shows, oficinas e outras atividades que abordem esses temas. Tudo isso pode ser encontrado na Casa Respeita as Mina, inaugurada nesta quarta-feira (19), no Pelourinho. A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), o Instituto Goethe e a Rede de Mulheres entre a América Latina, o Caribe e a Alemanha (Unidas). 
A inauguração contou com a presença da secretária da SPM, Julieta Palmeira, da atriz Sibel Kekilli, que atuou na série ‘Game of Thrones’ e é fundadora da Unidas, e do diretor-executivo do Instituto Goethe, Manfred Stoffl. Durante o Carnaval, a casa, localizada na Rua das Laranjeiras, número 2, no Terreiro de Jesus, vai começar a funcionar às 15h e ficará aberta até as 21h.
“Especificamente no Carnaval, nós estaremos aqui com informações sobre o que a mulher que sofre violência deve fazer. Aqui haverá toda uma informação sistematizada para os diversos tipos de violência, seja a sexual, o assédio, a violência física ou outro tipo”, explicou Julieta Palmeira, acrescentando que a casa ficará em atividade, inicialmente, até o dia 31 de março. 
Segundo a secretária, o estabelecimento possui uma biblioteca com diversos títulos que podem ser lidos em redes instaladas na casa. “Faremos lançamentos de livros neste espaço e oficinas acessíveis para qualquer pessoa. Também temos um espaço, um palco, para que as mulheres sejam ouvidas. Teremos pocket shows e estamos abertos também para quem quiser trazer a sua programação para cá. Basta combinar com a direção da casa”, disse. 
A atriz alemã Sibel Kekilli explicou que a parceria com a SPM nasceu em 2019.  “Eu vim aqui junto com a delegação do ministro das relações exteriores da Alemanha e foi na Bahia que começamos a Rede Mulheres Unidas. Depois fomos para Brasília e seguimos para Bogotá”. 
Segundo ela, a intenção dessa rede é atuar em favor das mulheres da América Latina, do Caribe e da Alemanha. “Depois de um ano, eu fui convidada para um programa de residência artística e agora estou em Salvador. Conheci a secretária Julieta Palmeira, ela me apresentou essa proposta da casa e hoje estamos aqui juntas abrindo esse espaço”.
Parceria
O diretor-executivo do Instituto Goethe destacou a importância da atuação do Governo do Estado, por meio da SPM. “Nós fizemos uma primeira parceria no ano passado e agora elaboramos um projeto maior. Foi assim que fizemos essa casa. Para o mundo inteiro, é importante defender os direitos das mulheres. Por isso, a gente faz parte dessa cooperação”.
A inauguração da Casa Respeita as Mina teve a participação de diversas mulheres empreendedoras da região do Pelourinho, como a conhecida Alaíde do Feijão. Também presente, a presidente da Associação Nacional das Baianas de Acarajé (Abam), Rita Santos, ressaltou a importância do espaço. "As baianas de acarajé sofrem assédio não somente por parte dos clientes, mas também sofremos a violência doméstica. Essa semana, nós tivemos uma baiana de acarajé que foi assassinada e estava grávida de 6 meses. Então, essa casa é importante não apenas para as baianas, mas para todas as mulheres”.
Repórter: Raul Rodrigues