Sete unidades das polícias Militar e Civil e do Corpo de Bombeiros foram premiadas, na manhã desta sexta-feira (31), no auditório do Centro de Operações e Inteligência, em Salvador, após conquistarem a reduções no tempo/resposta de atendimento à população. A premiação levou em consideração o intervalo de tempo entre o pedido do cidadão até a chegada da viatura no local para atendimento de urgências e emergências, em 2019.
As 9ª, 26ª, 59ª Companhias Independentes da Polícia Militar (CIPMs de Pirajá, Brotas e Vilas de Abrantes, respectivamente), as Rondas Especiais (Rondesp) Central, a Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa), a 22ª Delegacia Territorial (DT/Simões Filho) e o 10º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM/Camaçari) foram contemplados.
“Quero parabenizar esses profissionais que se empenharam para reduzir o tempo/resposta, melhorando o atendimento ao cidadão, nosso principal objetivo. Continuaremos trabalhando para alcançarmos resultados cada vez melhores”, enfatizou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, que também lembrou o sucesso do sistema de Reconhecimento Facial, que já retirou das ruas 124 foragidos da Justiça.
O comandante da 59ª CIPM/Vila Abrantes, major Edmilton Ricardo Emanuel Marques dos Reis, participou pelo segundo ano da premiação. “Esse reconhecimento é motivo de muita felicidade. Ano passado fui premiado pela 35ª CIPM [Iguatemi] e este ano pela 59ª CIPM", lembrou o oficial.
Foto: Jorge Cordeiro/SSP
(Foto: Jorge Cordeiro/SSP)
Ainda segundo o policial, a premiação é resultado do esforço de todos os integrantes da unidade. "Quando a gente é homenageado com um prêmio como esse, vindo da SSP, ficamos muito orgulhosos, porque o trabalho está sendo reconhecido e a equipe dando resultado”, explicou.
O sistema de Reconhecimento Facial, implementado em dezembro de 2018 pela SSP, também foi destaque no evento. A tecnologia fechou o ano de 2019 com 110 prisões.
Fonte: Ascom/SSP