Neste sábado (14), o 10° encontro do projeto Mais Infância reuniu professores e coordenadores pedagógicos de creches comunitárias da capital baiana. Esta última edição de 2019 foi realizada no auditório da Fundação Luís Eduardo Magalhães, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. Em cada encontro, a iniciativa atraiu cerca de 600 educadores. 
Para o encerramento do ciclo de capacitações e treinamentos foi escolhido o tema ‘Por uma Creche Comunitária cada vez mais viva’. A professora e doutoranda da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) Sara Menezes foi convidada para falar sobre o fortalecimento das creches. “Esses encontros de formação do educador reverberam diretamente na sala de aula. As crianças passam a ter professoras e professores mais qualificados, mais seguros das suas práticas e com atividades mais adequadas. O espaço das creches comunitárias é fundamental para contemplar o público que não é alcançado pelo poder público, mas que deveria ser”, afirmou. 
O Mais Infância é uma iniciativa idealizada pela primeira-dama e presidente das Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), Aline Peixoto. O foco é o aperfeiçoamento das ações pedagógicas desenvolvidas pelos educadores nas creches que atendem crianças de 0 a 5 anos em Salvador, São Francisco do Conde, Candeias e Mucugê. O projeto contempla mais de 100 creches comunitárias. 
O superintendente de planejamento da Secretaria da Educação do Estado, Manuel Calazans, fez um balanço do projeto em 2019. “Nós chegamos ao fim deste ano com uma avaliação muito positiva. Todos esses encontros foram muito importantes. A capacitação é uma palavra-chave para aperfeiçoar a qualidade do ensino nas creches. Estamos muito felizes com os avanços conquistados. Agora é planejar 2020 e seguir firme com o propósito de valorização das creches comunitárias baianas”. 
As atividades de formação dos professores serão retomadas no mês de fevereiro, quando ocorrerá também a distribuição do material pedagógico.
Repórter: Jairo Gonçalves