Um portal digital com informações, dados, indicadores e pesquisas sobre o setor turístico na Bahia foi lançado pela Secretaria do Turismo do Estado (Setur) na manhã desta quarta-feira (11). O Observatório do Turismo da Bahia é voltado a empresários, pesquisadores, acadêmicos e demais interessados em avaliar o desempenho do segmento. 
“No observatório, o investidor consegue enxergar nossas potencialidades como um todo através dos indicadores. Isso é muito importante para diminuir a sazonalidade, que é perceptível fora dos períodos de alta estação, que são o meio e o fim do ano. No resto do ano acaba ocorrendo uma diminuição do emprego de carteira assinada. Então, estamos procurando entender isso e fazer com que sejam oferecidos empregos efetivos durante todo o ano”, afirmou o secretário da Setur, Fausto Franco. 
O lançamento marca o bom momento do turismo na Bahia, que registrou arrecadação de R$ 1,8 bilhão em ICMS com atividades caracterizadas como turísticas durante o terceiro trimestre deste ano. Também em 2019, o estado superou a receita nominal nacional das atividades turísticas. Enquanto o Brasil cresceu 6,6% no turismo, o estado baiano avançou 8,2%.
Presente no lançamento, o secretário do Planejamento do Estado, Walter Pinheiro, destacou que a expectativa é usar os dados para melhorar os serviços e alavancar o turismo local. “Nosso desejo é atrair empreendimentos no setor hoteleiro e que vão melhorar a nossa infraestrutura. Mas, primeiro, a gente precisa chamar a atenção dos investidores, mostrando que temos condições e possibilidades de serviços. Vamos utilizar esses dados como ferramenta de ação”.

Boletim de análise
O lançamento do observatório incluiu também a assinatura do Termo de Cooperação Técnica entre a Setur e a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI). Por meio deste termo, os órgãos envolvidos irão elaborar e disponibilizar trimestralmente um boletim de análise e interpretação dos dados. 
O diretor de indicadores e estatísticas da SEI, Gustavo Pessoti, ressaltou a importância do boletim para o desenvolvimento do turismo baiano. “Será uma análise mais completa, pautada em uma série de variáveis, como o consumo de energia elétrica, os meios de hospedagem, os passageiros aéreos transportados, entre outros. Nós firmamos essa parceria com intuito de aumentar o alcance de nossa análise e a possibilidade de que esse boletim seja usado como instrumento de identificação de variáveis importantes para tomada de decisões no turismo”. 

Repórter: Tácio Santos