Na manhã desta terça-feira (17), o Estádio de Pituaçu, em Salvador, foi palco do lançamento do projeto Esporte na Cidade, realizada pela ‘De Peito Aberto’ – programa de incentivo ao esporte feminino. A iniciativa visa oferecer aulas gratuitas de futebol para meninas de 7 a 17 anos. São disponibilizadas 150 vagas. 

Todas as alunas inscritas recebem um material esportivo completo – camisa, short, meião e chuteira – para serem usados durante a atividade. Para ter direito à vaga, a interessada precisa estar matriculada e ter frequência na rede pública de ensino. As aulas ocorrem às segundas e quartas-feiras, das 8h às 14h e das 14h às 17h, no Estádio de Pituaçu, sempre respeitando o contraturno escolar das alunas.

“Serão 150 meninas, que terão acompanhamento técnico para iniciar no futebol feminino. Isso é uma forma da gente cultuar o esporte feminino, especialmente o futebol. O Governo da Bahia está inovando no ponto de vista desse projeto em parceria com a iniciativa privada, por meio da Lei do Incentivo ao Esporte. A gente sabe a defasagem estrutural do futebol feminino em comparação ao masculino e estamos atentos para mudar este atual cenário”, disse o titular da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Davidson Magalhães.

O evento de lançamento reuniu alunas do projeto, pais, atletas de equipes femininas de futebol da Bahia, a ex-atleta de futebol Dilma Mendes e a atleta Bianca Oliveira, representando o futsal feminino, que conquistou medalha de bronze nos Jogos Universitários Brasileiros, além de atletas de outras modalidades, a exemplo de atletismo e natação paradesportiva. 

Feliz com a iniciativa, o diretor da Superintendência dos Desportos do Estado (Sudesb), Vicente Neto, falou da importância da iniciação do futebol feminino. “Este projeto é o maior do Brasil no momento. Eu tenho certeza que daqui sairão campeãs para a vida, que é o mais importante. É assim que a gente imagina a iniciação esportiva integrando a escola com o esporte e dando a oportunidade a essas meninas de terem, quem sabe, a realização de um sonho”, afirmou. 

Desta forma que pensa a estudante Elen Ferreira, 15 anos, aluna do projeto. “A partir dessas aulas, eu pretendo me capacitar para um dia me tornar uma atleta profissional, assim como a jogadora Marta. Com esse projeto, quero melhorar minha técnica, para quem sabe, ir para um profissional”.

A secretária de Políticas para as Mulheres, Julieta Palmeira, também participou do evento. A iniciativa tem o apoio Sudesb, autarquia da Setre. A realização é da organização social De Peito Aberto – Incentivo ao Esporte, Cultura e Lazer, com patrocínio do Itaú e do SporTV por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte. 

Projeto Esporte na Cidade

Com mais de oito anos de atividades, o Esporte na Cidade já atendeu mais de quinze mil crianças e adolescentes em diversas regiões do Brasil, contribuindo para a formação social dos jovens, por meio de atividades de desporto educacional.

Fonte: Ascom/ Sudesb