A segunda mesa de discussões do seminário ‘Os desafios da comunicação nas administrações públicas’ foi realizada na tarde desta sexta-feira (29), com foco nas redes sociais. O evento é realizado pelo Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, com apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Comunicação Social (Secom). 
A partir do tema ‘A força e os perigos redes sociais’, a mesa reuniu o editor do site Carta Maior e conselheiro do Fórum Social Mundial, Carlos Tibúrcio; a pesquisadora Nina Santos; o jornalista Leandro Fortes; e a jornalista Renata Mielli, representando o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC). A mediação do bate-papo ficou por conta do blogueiro Miguel do Rosário. 
Pesquisadora do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Democracia Digital (INCT.DD), Nina Santos propôs uma reflexão sobre a forma que a tecnologia é utilizada no processo político. “Não são as redes sociais que fazem com que determinados processos políticos aconteçam ou não. Eles dependem, sim, da forma que nós, a sociedade, nos apropriamos dessas redes. As tecnologias trazem uma série de possibilidades que podem fazer com que tenhamos um ambiente mais inclusivo e democrático, mas depende da interação entre a comunicação e o social", afirmou. 
Com críticas às redes sociais, Carlos Tibúrcio destacou que elas concentram bilhões de pessoas, mas não têm funcionamento democrático. “Não se trata de sair das redes. As pessoas podem continuar atuando nelas, mas é necessário atuar criticamente. É necessário criar alternativas e isso passa por viabilizar redes sociais mundiais democráticas e não privadas, que pertençam às comunidades, ao coletivo. Isso é possível”. 
Tibúrcio acrescentou que a presença dos gestores públicos nas redes é essencial. “O gestor da administração pública tem que estar em todos os espaços para falar melhor com a sociedade, mas com espírito crítico. Pela experiência do que acompanho no Brasil, a Bahia é um grande exemplo para os outros estados de como saber utilizar as redes”, garantiu. 
Ainda na tarde desta sexta-feira (29) será realizada uma mesa para discussão do tema ‘O fortalecimento da comunicação pública’, com a participação do secretário de Comunicação Social do Estado, André Curvello. O evento segue até sábado (30), quando serão realizadas mais três mesas de discussões.
Repórter: Jairo Gonçalves