Na semana em que é comemorado o Dia da Crianças, a 33ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), que atua no Baixo Sul da Bahia, celebra os resultados positivos de projeto desenvolvido na Associação de Pais e Amigos de Autistas (AMA) de Valença. Há um ano, o Canil Setorial da 33ª CIPM, em parceria com a pedagoga Liliam Noronha da AMA, realiza oficinas de cinoterapia com os alunos assistidos pela associação.
Por meio do projeto, a equipe multidisciplinar da AMA utiliza cães como facilitadores nas atividades motoras sensoriais e de fala, auxiliando na execução de exercícios e na interação as crianças com os animais. O trabalho envolve também professores, pais e policiais militares. 
A terapia com cães ocorre quinzenalmente na AMA. Os coadjuvantes das sessões são os cães terapeutas Halley e Cissa. “É gratificante poder oferecer esse serviço para pessoas que, talvez, não tivessem acesso a tratamento como este. Realizamos atividades que estimulam o desenvolvimento psicomotor e a socialização com o cão", explica o comandante da 33ª CIPM, tenente-coronel Alexandre Costa de Souza.
Foto: Vanessa Andrade
(Foto: Vanessa Andrade)
O comandante acrescenta que "este é o verdadeiro sentido do policiamento comunitário. Seguimos firmes com o nosso trabalho efetivo na região, nos dedicando da melhor forma possível para o cumprimento da nobre tarefa de oferecer segurança e ajudar pessoas”.