A população de Guaratinga, na Costa do Descobrimento, recebeu uma série de ações, nas áreas de abastecimento de água, saúde, segurança pública e fortalecimento da agricultura familiar, neste sábado (21). Ainda na ocasião, foi autorizada a construção das pontes sobre o Rio Buranhém, na BA-283, e sobre o Rio dos Frades, na BA-686; e anunciada a licitação para reforma do Mercado Municipal de Carnes João Almeida.

Os sistemas de abastecimento inaugurados beneficiam cerca de 700 famílias das localidades de Laje Grande, Cajuíta e Guaíta. Implantados por meio da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), os sistemas receberam um investimento de R$ 540 mil.  Na construção das duas pontes, o Governo do Estado vai investir R$ 4,62 milhões.

Agricultura familiar e segurança

Ainda na região, os agricultores familiares receberam 270 cadastros ambientais rurais (CAR). O documento é o primeiro passo para a regularização ambiental das propriedades. Com a regularização das terras, os pequenos proprietários rurais estarão aptos a solicitar concessão de crédito agrícola a instituições financeiras.

Na área de segurança pública, seis novas viaturas foram entregues para reforçar o policiamento em Eunápolis, Guaratinga, Itabela e Itagimirim. Também foram entregues duas ambulâncias para Jucuruçu e Guaratinga.

Rastreamento do câncer de mama

Em Guaratinga, a unidade móvel do Saúde sem Fronteiras atende mulheres na faixa etária de 50 a 69 anos, na Avenida Brasil, no centro da cidade. No local, é disponibilizado o exame de mamografia, que detecta precocemente os casos de câncer de mama. É preciso apresentar o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), documento de identificação (RG) e comprovante de residência para ser atendida.

"Eu já havia feito esse exame três vezes, mas pagando, quando morava em São Paulo. Em Guaratinga, já é a segunda vez que faço gratuitamente, no programa do governo. Isso é muito bom porque a gente não precisa viajar. Não precisa ir para cidades maiores e não gasta dinheiro que muitas vezes a gente nem tem. O exame é importante para a gente ficar com a saúde em dia e poder fazer o tratamento a tempo, caso a doença apareça", destacou Valdete Ribeiro, 69 anos, que fez a mamografia neste sábado (21).

Repórter: Raul Rodrigues