Debate sobre educação, apresentações artísticas e rodas de conversa marcaram, nesta sexta-feira (6), o lançamento da edição 2019 do projeto #TransformaÊ, ação da Secretaria da Educação que integra a comunidade com o ambiente escolar a partir de atividades culturais. O evento, realizado no auditório do Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, reuniu alunos e gestores dos 27 Núcleos Territoriais de Educação da Bahia.
“Trabalhar com juventude é trabalhar com arte, com leitura e com esporte. A gente pode afirmar que não existe uma educação de qualidade sem arte. Estamos convidando todas as escolas do Estado para que a gente possa fazer uma grande festa, envolvendo todos, em nome da aprendizagem da Bahia, fazendo arte e cultura”, afirmou o secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues.
O tema do projeto neste ano é ‘Sabe, eu sou escolado. Sou nota dez, tô aprovado’. No dia 20 de setembro, os alunos da capital e do interior irão apresentar os projetos durante uma maratona educacional, com 12 horas consecutivas de atividades culturais, exibição de filmes, palestras, intervenções sociais e outras ações.
“Acredito que o TranformaÊ tem fundamental importância em inserir o aluno dentro da escola e que ele crie amor pelo que faz. As escolas precisam da presença viva da comunidade, pois ela não é um espaço vazio. Escola somente é escola quando tem gente, quando tem participação”, destacou a gestora do núcleo territorial de ensino do Vale do São Francisco, Marinês Silva. 
Mobilização
Para o coordenador de projetos educacionais da Secretaria da Educação, Marcius Gomes, “o processo de aprendizagem escolar passa por uma relação entre a família, escola e o estudante. Esse tipo de ação acaba reafirmando o papel da escola e identificando que diversos atores precisam estar no processo de aprendizagem. Dia 20 será um grande dia de mobilização, onde a escola reafirmará o seu compromisso social”.