Com 248 projetos válidos, o Prêmio de Boas Práticas 2019 encerrou as inscrições nesta quarta-feira (31). O resultado supera em mais de 30% o recorde histórico da premiação — 169 inscritos em 2012. Para acompanhar as próximas etapas, se informar sobre os finalistas e sobre a realização da cerimônia de premiação, todos os servidores estaduais, bem como os participantes desta edição, poderão acessar o Portal do Servidor.
Durante quatro meses de inscrições, a Secretaria da Administração (Saeb), por meio da Diretoria de Desenvolvimento e Valorização de Pessoas (DDE), recebeu 215 inscrições de servidores estaduais do Poder Executivo, além de 33 outros projetos do Legislativo e Judiciário e de funcionários do Ministério Público e Defensoria Pública. Os órgãos que registraram o maior número de inscrições foram a Secretaria da Saúde (Sesab), com 46 submissões; Polícia Militar (PMBA), com 39; Secretaria da Educação, com 29; Embasa, com 18; e Poder Judiciário, com 16. Todo o procedimento foi feito online.
Lançado em 2007, o Prêmio de Boas Práticas chega à décima edição em 2019. A premiação é concedida a cada dois anos, de acordo com a Lei n° 13.716/2017, que agora alterna a sua realização anualmente com o Prêmio Servidor Cidadão. São premiados quaisquer projetos desenvolvidos por servidores estaduais que melhorem seu ambiente de trabalho, aprimorando suas tarefas diárias, da sua equipe ou instituição, melhorando também a prestação de serviços pelo Estado e a gestão de recursos públicos. 
Premiação de acordo com as colocações:
1º Lugar – R$ 10 mil
2º Lugar – R$ 7 mil
3º Lugar – R$ 5 mil
4º Lugar – R$ 3 mil
5º Lugar – R$ 2 mil
Do 6º ao 10º Lugar – R$ 1 mil
Fonte: Ascom/Saeb